15.6 C
Castelo Branco
Quinta-feira, Outubro 22, 2020
No menu items!
Início Nacional PROTEJO: Concentração ibérica de cidadãos “POR UM Tejo Livre”

PROTEJO: Concentração ibérica de cidadãos “POR UM Tejo Livre”

Descida de Caneiras / Santarém até Valada / Cartaxo

O proTEJO celebrará o Dia Mundial da Migração dos Peixes no próximo dia 24 de outubro com a descida de canoa “8º Vogar contra a indiferença” e a concentração ibérica de cidadãos “Por Um Tejo Livre” numa demonstração contra a construção de açudes e barragens com a finalidade de reter água para consumo na agricultura intensiva, defendendo um rio livre e com dinâmica fluvial para assegurar os fluxos migratórios das espécies piscícolas, a conservação dos ecossistemas e habitats aquáticos e o usufruto do rio pelas populações ribeirinhas.

O “8º Vogar contra a indiferença” inicia-se pela manhã na aldeia avieira de Caneiras com a leitura da “Carta Contra a Indiferença” e continua com um percurso fluvial em canoa que pretende facultar uma experiência de comunhão com a beleza do património natural de um rio Tejo livre com dinâmica fluvial e do património cultural do rio Tejo associado à pesca tradicional no Município do Cartaxo e no Município de Santarém, em especial, as aldeias avieiras de Palhota e de Caneiras.

Este património natural e cultural do Tejo deve ser defendido pela rejeição dos projetos de construção de novos açudes e barragens – Projeto Tejo e Projeto de Barragem no rio Ocreza e pela exigência de uma regulamentação daqueles que já existem de modo a garantir: um regime fluvial adequado à prática de atividades náuticas e à migração e reprodução das espécies piscícolas; um estabelecimento de verdadeiros caudais ecológicos; e uma continuidade fluvial proporcionada por eficazes passagens para peixes e pequenas embarcações.

A descida de canoa tem 50 lugares disponíveis em 25 embarcações que irão colorir o rio Tejo de todas as cores, estando as inscrições abertas até ao 18 de outubro (segunda-feira) para quem desejar descobrir o rio Tejo num percurso entre a aldeia avieira de Caneiras no município de Santarém e a bela praia fluvial de Valada no município do Cartaxo, pretendendo-se oferecer um percurso fluvial num rio Tejo livre com dinâmica fluvial.

Entre estes cidadãos conta-se uma participação muito significativa de amigos do Tejo de Espanha pertencentes à Rede de Cidadania por uma Nova Cultura da Água do Tejo/Tajo e seus afluentes, esperando-se muitos participantes, como aliás é habitual, provando-se que a defesa dos rios ibéricos ultrapassa as fronteiras administrativas e une os cidadãos com os mesmos problemas, independentemente da sua nacionalidade.

A Concentração Ibérica “Por Um Tejo Livre” em celebração do Dia Mundial de Migração dos Peixes decorrerá pela tarde na praia fluvial da Valada com a apresentação do memorando “Por Um Tejo Livre”, sobre a importância de preservação de um rio Tejo livre de açudes e barragens para assegurar os fluxos migratórios das espécies piscícolas, a conservação dos ecossistemas e habitats aquáticos e o usufruto do rio pelas populações ribeirinhas, que será apresentado aos Grupos Parlamentares, à Comissão Parlamentar do Ambiente, ao Senhor Ministro do Ambiente e Ação Climática e à Senhora Ministra da Agricultura, e a partilha de testemunhos dos cidadãos, das associações e das comunidades presentes.

Pretende-se ainda consciencializar as populações ribeirinhas para a sobre exploração da água do Tejo que se avizinha com a construção de novos açudes e barragens e a que já existe face à gestão economicista das barragens hidroelétricas da Estremadura espanhola, aos transvases da água do Tejo para a agricultura intensiva no sul de Espanha e à agressão da poluição agrícola, industrial e nuclear, realçando ainda a importância do regresso de modos de vida ligados à água e ao rio que as atividades de educação e turismo de natureza, cultural e ambiental permitirão sustentar.

Esta atividade é organizada pelo proTEJO – Movimento Pelo Tejo e conta com o apoio do Município de Cartaxo, do Município de Santarém, da União de Freguesias da Cidade de Santarém, da EcoCartaxo, dos Bombeiros Sapadores de Santarém, da Associação dos Amigos dasCaneiras, da Rede de Cidadania por Uma Nova Cultura da Água do Tejo/Tajo e seus afluentes, da Fundação World Fish Migration Day, sendo responsável pela descida o Clube de Canoagem Scalabitano.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

Covid-19: Hospital de Santarém com 21 médicos infetados e 50 em isolamento

O Hospital de Santarém tem 21 médicos infetados com o novo coronavírus que provoca a doença covid-19 e outros 50 foram colocados...

LIVRE opõe-se a referendo sobre despenalização da eutanásia

Os Direitos Humanos não são referendáveis Nos dias 22 e 23 de outubro, a Assembleia da República discute e...

Projeto de investigação quer prevenir e combater o burnout em estudantes de medicina e medicina dentária

Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra Uma equipa da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC),...

“Ecologia: desafios e perspetivas”, com Jorge Paiva e Pedro Bingre do Amaral, abre ciclo “Verde Contínuo” na Biblioteca Geral da UC

A Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra (BGUC) promove, a partir da próxima semana, o ciclo de tertúlias "Verde Contínuo", com o objetivo...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: