19.4 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Outubro 21, 2020
No menu items!
Início Nacional Comissária Europeia apela à correção de assimetrias em Portugal

Comissária Europeia apela à correção de assimetrias em Portugal

Idanha-a-Nova

A Comissária Europeia para a Coesão e Reformas, Elisa Ferreira, defendeu em Termas de Monfortinho, concelho de Idanha-a-Nova, que “é preciso vontade política e determinação” para contrariar a tendência para a excessiva concentração económica e social nos grandes centros urbanos.

“É preciso pensar o território nacional como um todo, delinear estratégias capazes de corrigir assimetrias e congregar os meios financeiros para as implementar.Mas também são precisos agentes locais capazes de protagonizar dinâmicas de crescimento, de desenvolvimento e de construção de valor acrescentado que contrariem a tendência de preponderância das economias de aglomeração e de concentração tecnológica e de inovação”, afirmou Elisa Ferreira.

A Comissária Europeia falava durante as II Jornadas do Interior, que decorreram em Termas de Monfortinho no dia 25 de setembro, onde destacou asestratégias implementadas pela Câmara Municipal de Idanha-a-Nova no âmbito do desenvolvimento sustentável.

Comissária Europeia para a Coesão e Reformas, Elisa Ferreira

Elisa Ferreira disse que “as regiões do interior, e em particular as regiões de fronteira, enfrentam este desafio que, felizmente, é também uma oportunidade, e o presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova deu hoje vários de exemplos de como aproveitar essa oportunidade”.

Armindo Jacinto, presidente da Câmara de Idanha-a-Nova, defendeu que “os programas dedesenvolvimento devem colocar os critérios territoriais acima dos critérios populacionais, quando olham para regiões como esta, que não podem ser medidas pelos mesmos critérios aplicados nos grandes centros urbanos”.

As palavras do autarca foram de encontro à estratégia que Elisa Ferreira apresentou para o relançamento da Europa.

“A ideia é transmitir aos diferentes territórios da Europa uma nova forma de crescer, ancorada na relação do desenvolvimento com o ambiente, na utilização das novas tecnologias e na coesão social e territorial”, afirmou a Comissária Europeia.

Elisa Ferreira concluiu que “é absolutamente claro que um território é tão mais resiliente, e capaz de enfrentar crises, quanto mais harmoniosa for a sua estratégia de desenvolvimento, a nível social e espacial”.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

Museu Municipal de Penamacor é uma das duas entidades portuguesas a integrar Grupo Ibero-americano

O Museu Municipal de Penamacor vai participar, enquanto entidade colaboradora, no 1º Fórum Internacional do Grupo Salamanca de Investigación en Museos y...

Covid-19: Há riscos para a liquidez das empresas europeias no final do ano

O Fundo Monetário Internacional alertou hoje que poderá haver falta de liquidez nas empresas europeias a partir do final deste ano, de...

Cascatas do Penedo Furado em destaque no ‘Sapo’ e Antena 1

O programa de rádio ‘Vou ali e já venho’, da Antena 1, e o portal noticioso Sapo.pt realizaram uma emissão especial dedicada...

Quase 40% dos jovens passam mais de 2 horas por dia nas redes sociais

Estudo “Os Portugueses e as Redes Sociais 2020”  Os portugueses estão a passar cada vez mais tempo nas redes...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: