15.6 C
Castelo Branco
Quinta-feira, Outubro 22, 2020
No menu items!
Início Nacional proTejo defendeu "um tratamento ecologicamente sustentável para o rio Tejo"

proTejo defendeu “um tratamento ecologicamente sustentável para o rio Tejo”

Nas JEP em Santarém no dia 26

As JEP – Jornadas Europeias do Património lançadas em 1985 são uma iniciativa anual do Conselho da Europa e da União Europeia que envolve mais de 50 países, no âmbito da sensibilização dos povos europeus para a importância da salvaguarda do Património.

A ideia base da iniciativa é promover o acesso aos monumentos e sítios, convidando à participação activa na descoberta de uma herança cultural comum, implicando o envolvimento dos cidadãos europeus com o património cultural.

 Os objectivos principais são reforçar os sentimentos de identidade cultural, de memória colectiva e de afirmação de um património comum cuja riqueza reside na sua diversidade.

As JEP representam, por isso, uma celebração da solidariedade internacional, do diálogo e da diversidade culturais, constituindo momentos de reapropriação dos vestígios culturais do passado.

Todos os anos organizam-se iniciativas de entidades públicas, privadas, coletivas ou individuais  nos dias definidos cada ano.

Um grupo de cidadãos organizaram uma ação sobre a relevância do Rio Tejo como Património Vivo

Um  grupo  de  cidadãos de forma autónoma com a designação de “Amigos do Rancho Folclórico da Ribeira de Santarém” organizaram na manhã do dia 26 de Setembro,  junto do Padrão da Santa Iria da Ribeira de Santarém uma ação no âmbito das JEP, sobre a relevância do Rio Tejo como Património Vivo.

Participaram como comunicantes António Nabais (Museólogo e Historiador) e Paulo Constantino, porta voz da proTejo – Movimento pelo Rio Tejo.

Dada a presente contingência da pandemia da covid-19, participaram nesta iniciativa dez cidadãos.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

História do lavrador que se tornou rei dos Visigodos serve de mote para dia de festa na Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha

No próximo dia 31 de outubro, é a vez da Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha receber o Ciclo "12 em Rede | Aldeias...

Covid-19: AHRESP pede isenção de taxas de esplanadas até ao final de 2021

A Associação de Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) apelou aos municípios portugueses para isentem os comerciantes das taxas cobradas às...

Instituições de Solidariedade com projetos inovadores para reforçar os laços sociais e a humanização do apoio aos mais velhos

Prémio BPI "la Caixa" Seniores atribui 750 mil euros a 24 projetos Os 24 projetos distinguidos no Prémio...

Gelados Lis há quatro décadas a deliciar as gentes de Abrantes

A história dos Gelados Lis remonta ao ano de 1976, pela mão de Paulo Dias, que havia regressado recentemente de Angola.

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: