19.4 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Outubro 21, 2020
No menu items!
Início Nacional Ministra da Agricultura aplaude dinamismo de Idanha na agricultura biológica

Ministra da Agricultura aplaude dinamismo de Idanha na agricultura biológica

A Ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, elogiou a estratégia de Idanha-a-Nova, a primeira Bio-Região de Portugal, para a promoção da agricultura biológica e de sistemas alimentares mais sustentáveis.

“Quero muito valorizar o papel que a Câmara Municipal de Idanha-a-Nova tem tido na assunção do compromisso de aumentarmos a nossa produção biológica. A Agenda da Inovação para a Agricultura2030 (apresentada em setembro último) estabelece que queremos no país pelo menos 50% da superfície agrícola utilizável em modo sustentável reconhecido. Além disso, o desafio que nos é colocado pela Comissão Europeia é que 25% desse território esteja em Modo de Produção Biológico”, afirmou a governante.

A Ministra da Agricultura falava no evento gastronómico Arrebita Idanha Bio, que decorreu nos dias 3 e 4 de outubro em Penha Garcia e Idanha-a-Velha, no concelho de Idanha-a-Nova.

O evento desafiou 25 dos principais chefs de Portugal a cozinharem com os melhores produtos biológicos locais, numa grande celebração da aliança entre a tradição e a inovação.

Maria do Céu Antunesacrescentou que “o Modo de Produção Biológica tem um retorno não só no que diz respeito à nossa saúde e bem-estar, como também no combate às alterações climáticas. Nós precisamos de gastar menos água e de preservar o solo, mas também precisamos de aumentar a nossaprodução para fazer face à expectativa de aumento demográfico a nível mundial”.

Idanha-a-Nova tem tido um papel ativo neste processo.

Em 2018 tornou-se no primeiro município português a aderir à Rede Internacional de Bio/Eco-Regiões, motivando mais tarde outras a regiões a aderir a esta organização.

É também sede do CoLAB Food4 Sustainability, um laboratório colaborativo apoiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

Tem previsto um investimento de cerca de 8 milhões de euros e a criação de cerca de 20 postos de trabalho, altamente qualificados, com vista a testar tecnologias para melhorar a produção alimentar em termos de impacto no ambiente e de mitigação de CO2.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

Museu Municipal de Penamacor é uma das duas entidades portuguesas a integrar Grupo Ibero-americano

O Museu Municipal de Penamacor vai participar, enquanto entidade colaboradora, no 1º Fórum Internacional do Grupo Salamanca de Investigación en Museos y...

Covid-19: Há riscos para a liquidez das empresas europeias no final do ano

O Fundo Monetário Internacional alertou hoje que poderá haver falta de liquidez nas empresas europeias a partir do final deste ano, de...

Cascatas do Penedo Furado em destaque no ‘Sapo’ e Antena 1

O programa de rádio ‘Vou ali e já venho’, da Antena 1, e o portal noticioso Sapo.pt realizaram uma emissão especial dedicada...

Quase 40% dos jovens passam mais de 2 horas por dia nas redes sociais

Estudo “Os Portugueses e as Redes Sociais 2020”  Os portugueses estão a passar cada vez mais tempo nas redes...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: