14.1 C
Castelo Branco
Quinta-feira, Outubro 22, 2020
No menu items!
Início Nacional Candidatura de Marisa Matias inicia recolha de assinaturas dia 19

Candidatura de Marisa Matias inicia recolha de assinaturas dia 19

O primeiro dia de recolha de assinaturas da candidatura da Marisa Matias à Presidência da República começa em alguns pontos do país, no dia 19 de outubro (segunda-feira). 

Em Castelo Branco, o pontapé de saída é dado em três cidades do distrito, nos seguintes locais e horários: 

– Mercado Municipal de Castelo Branco às 9:30h – Mercado Municipal do Fundão às 10:30h- Pelourinho da Covilhã (centro da cidade) às 14:30h.

A iniciativa vai contar com dirigentes distritais do Bloco de Esquerda, tal como os deputados municipais do Fundão e de Castelo Branco.

O processo de recolha vai cumprir todas as medidas sanitárias derivadas da pandemia da covid-19 onde será dispensada uma caneta a cada proponente e higienizado todos os materiais utilizados depois de cada assinatura, nomeadamente a prancheta.

A campanha, no distrito de Castelo Branco, tem pensado recorrer vários concelhos nos meses de outubro e novembro, mas a qualquer momento a atividade pode ser cancelada devido a evolução da pandemia da covid-19. 

Relembre-se algumas das ideias da candidatura, apresentadas pela Marisa Matias em Lisboa, no dia 9 de setembro: 

A Marisa já definiu um adversário: “Sou candidata frente a frente com Marcelo Rebelo de Sousa. Marcelo quer um regime político assente em mais do mesmo, eu quero um regime que responda à pandemia social e acabe com os privilégios; ele aceitou um regime financeiro que se foi esvaindo em privatizações e negócios, eu quero uma banca pública de confiança; ele quer um sistema de saúde concedido em parte a hospitais privados, eu quero um Serviço Nacional de Saúde de qualidade para todos”.

Marisa Matias disse que vai à luta pelas suas ideias, “ao lado de quem não desiste” do país. “Portugal precisa de uma política socialista, porque é o pleno emprego, o fim da precariedade e o respeito pelo salário e pela pensão, é essa política que nos deve guiar nos meses mais difíceis do nosso século, o tempo de uma crise que ainda se vai agravar e que, no dia das eleições, ainda estará a fazer vítimas.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

Covid-19: Bastonária dos farmacêuticos diz que Saúde falhou planeamento do inverno

A bastonária dos farmacêuticos defendeu hoje que o país, nomeadamente a área da Saúde, falhou a preparação do período de outono-inverno e...

Sessão Pública de Abertura da Escola de Queijeiros

A Escola de Queijeiros, atividade integrada no Programa de Valorização do Queijo da Região Centro, iniciar-se-á no próximo dia 26 de outubro,...

Covid-19: Portugal com mais 16 mortos e 2.535 casos confirmados

Portugal contabiliza hoje mais 16 mortos relacionados com a covid-19 e 2.535 casos confirmados de infeção com o novo coronavírus, segundo o...

João Almeida segura liderança da geral na Volta a Itália em 17.ª etapa ganha por Ben O’Connor

O português João Almeida (Deceuninck-QuickStep) manteve esta quarta-feira a liderança da Volta a Itália em bicicleta, numa 17.ª etapa ganha pelo australiano...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: