14 C
Castelo Branco
Domingo, Outubro 25, 2020
No menu items!
Início Nacional Dia Mundial da Alimentação: Mais de 70% dos portugueses considera a alimentação...

Dia Mundial da Alimentação: Mais de 70% dos portugueses considera a alimentação saudável demasiado cara

10 passos para compras mais eficientes: Reduzir o consumo de carnes vermelhas, escolher produtos hortícolas e de frutos de acordo com a época e respeitar as porções devidas são alguns dos comportamentos que a DECO PROTESTE aconselha para uma alimentação sustentável, saudável e económica.

Mais de 70% dos portugueses considera que a alimentação saudável e sustentável é demasiado cara e apenas 15% concorda em pagar mais para mudar o seu consumo, de acordo com um estudo realizado pelo Bureau EuropéendesUnions de Consommateurs (BEUC), com a colaboração da DECO PROTESTE, publicado em julho, que refere ainda, que são produzidos, por dia, 23,7 milhões de toneladas de alimentos, o que representa um gasto de 7,4 triliões de litros de água e 300 mil toneladas de fertilizantes.

O desperdício alimentar anual chega a 1,3 mil milhões de toneladas.

Outra das conclusões apresentadas refere que 42% dos inquiridos se queixa de falta de informação para alterar os seus hábitos alimentares.

Tendo por base este dado, e a necessidade urgente de uma alteração de comportamentos, a DECO PROTESTE quer marcar esta efeméride com um guia de alimentação mais sustentável e saudável, contrariado o mito do custo:

  1. Compre sempre legumes e frutas da época.Opte por fornecedores locais e evite os alimentos que chegam por via aérea, diminuindo assim a sua pegada ecológica. Consulte o calendário e faça a sua lista saudável e mais económica.
  2. Prefira o consumo de produtos de origem vegetal na alimentação diária, que contabilizam cerca de 75% dos alimentos da roda dos alimentos, face aos 25% dos produtos de origem animal.
  3. Ingira mais legumes. Componha o seu prato de forma a que os legumes ocupem metade, a carne, pescado ou ovos um quarto e o acompanhamento outro quarto.
  4. Ingira três a cinco porções de fruta e de legumes por dia. Prefira a fruta, por exemplo, à sobremesa. É mais barato e melhor para a saúde.
  5. Coma menos carne e substitua a carne de vaca por aves. Pergunte no talho pela proveniência e modo de produção.
  6. Evite os alimentos processados (a pizza congelada, os refrigerantes, por exemplo) – estes produtos são pouco recomendados, por poderem conter mais aditivos, sal, açúcar e gordura –  limite o seu consumo a produtos o menos transformados possível, como, por exemplo, conservas ou legumes congelados;
  7. Prefira confecionar em casa produtos o mais naturais possível, e limite o consumo de ultracongelados.
  8. Quando for às compras leve um saco para a fruta e os legumes. Assim evita  comprá-los em embalagens de plástico.
  9. Aproveite excessos de frutas e legumes e que já tenham amadurecido em demasia ou estejam a murchar, e as sobras de alimentos, para a criação de novos pratos, para evitar o desperdício.
  10. Evite o desperdício e compre a granel. Alguns supermercados já estão atentos a esta tipologia de oferta. Compre apenas o que precisa e não deite comida fora.

A Alimentação é uma das formas de consumo sustentável que a DECO PROTESTE defende através das suas plataformas e do movimento de criação do Dia Nacional da Sustentabilidade.

Veja mais informações em  Portal DECO PROTESTE Mais Sustentabilidade.https://www.deco.proteste.pt/sustentabilidade/ser-mais-sustentavel/alimentacao

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

II Programa de Hosted Buyers and Suppliers: Turismo Ibérico reúne-se na Beira Baixa

Encontro online realiza-se a 28 de outubro A Península Ibérica volta a encontrar-se na Beira Baixa.

Novo portátil HP Spectre x360 14: o design Inovador junta-se à Inteligência Adaptativa e a Desempenho de Topo

Este elegante PC convertível é um reflexo da liderança da HP no campo da sustentabilidade e o primeiro portátil do mundo...

Sondagem APCOI: 65% das crianças com obesidade em Portugal sofrem bullying escolar

1 em cada 5 crianças com obesidade foi vítima pela primeira vez de um ataque de cyberbullying nas redes sociais relacionado com o...

Marisa Matias reuniu com representantes do movimento cívico em Defesa Hospital dos Covões

O contínuo encerramento de serviços e desmantelamento do Hospital dos Covões foi motivo para uma reunião, dia 24/10, entre Marisa Matias e...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: