7.8 C
Castelo Branco
Sexta-feira, Novembro 27, 2020
No menu items!
Início Regional João Morgado deixa mensagem aos covilhanenses no Dia da Cidade

João Morgado deixa mensagem aos covilhanenses no Dia da Cidade

O anunciado candidato à Câmara Municipal da Covilhã, nas eleições autárquicas de 2021, João Morgado, aproveitou a data do Dia da Cidade para endereçar uma mensagem em vídeo a todos os covilhanenses.

Pela importância política que a mensagem comporta, a direção do Beiranews considera necessário a sua transcrição integral.

“Covilhã festeja 150 anos como cidade, mas o foral desta terra tem mais de oito séculos… temos uma vasta história como povo. Uma história presa à encosta da serra, à pastorícia, à lã, aos teares, à força das suas águas, à industrialização dos panos. 
Dito assim, é uma narrativa bonita, mas a verdade é que nunca foi uma história fácil.
As pessoas que aqui se instalaram e sobreviveram tiveram de ser tão duras como o granito que resiste ao temporal e à neve.  
Podemos falar de alguns heróis que lhe deram nome, mas o que realmente manteve esta terra a crescer, a fervilhar para os novos tempos, foi sem dúvida… o seu povo. 
Pastores, agricultores, operários, gente anónima, que não terá o seu nome em nenhum livro de história, mas que rasgou a serra, domesticou o gado, deu corpo às fábricas, lavrou as terras, construiu uma cidade.
Gente dura, mas gente de um coração enorme, que nunca adormeceu, que nunca parou de lutar.
Hoje, importa dizer que, quem não nos empurra para a frente, só atrasa o passo da nossa história, por isso, hoje, temos de nos libertar de amarras e seguir em frente com a determinação que sempre afirmou as gentes da Covilhã, como um povo laborioso e de sucesso. 
Passaram 150 anos, mas a vida continua… Hoje, são outros os desafios que temos pela frente. 
Mais que conquistar a montanha temos agora de conquistar… o futuro.
E a pergunta que se impõe é a seguinte: 
– Será que estamos a ir no caminho certo??

Deixem-me recordar uma passagem do livro
“Alice no País das Maravilhas”

A certa altura, Alice anda perdida e pergunta a um gato:- Diz-me, qual o caminho que eu devo seguir?- Isso depende muito do sítio onde queres chegar – respondeu- Ora, o problema é que não sei para onde quero ir! – disse Alice.- Bom, se tu não sabes para onde ir, então… qualquer caminho serve.
Moral da história:
Se a Covilhã não sabe para onde vai, então… qualquer caminho serve.

Mas, verdadeiramente, é isso que queremos para a Covilhã?
Uma gestão corrente ao sabor dos ventos?Um andar ao acaso, ao sabor da sorte?
Acreditem… a Covilhã só continuará a fazer história quando souber para onde vai. Liderada por gente que sabe qual o caminho certo. Que sabe onde a Covilhã estará daqui a 12, daqui a 24 anos.

Gente que sabe que a Covilhã tem de ser uma cidade do Séc. XXI

Diversificando a indústria e dando escala à agricultura.
Desenvolvendo a fileira das novas tecnologias, reforçando a cooperação com a Universidade da Beira Interior e apoiando negócios emergentes.
Promovendo a cultura e o Turismo, como factores exponenciais de crescimento social e económico.Mas… cuidando também das crianças, idosos, doentes, numa política social que reponha … a dignidade dos mais frágeis. 
Isso implica, saber um caminho, ter uma direcção, assumir um propósito. Ter a ambição de sermos mais fortes

Temos que dizer não à banalidade, e acreditar que a Covilhã tem força, tem muita força, e pode ambicionar a mais. Acreditar que, com uma estratégia certa, gente com credibilidade e muito trabalho, é possível atrair investimento e atrair famílias, crescer e sermos fortes. 
Esse é o desafio que temos pela frente. O desafio de todos nós.  
Comemoramos os 150 anos que passaram, mas temos de sonhar a Covilhã dos nossos filhos, dos nossos netos e bisnetos, ou seja, temos de sonhar a Covilhã dos próximos 150 anos, acreditando sempre que…. A Covilhã tem Força, e este povo é gente de brio e sem medo ao trabalho!

Felicidades, Covilhã!!

#CovilhãTemForça”

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

Turismo Centro de Portugal apresenta Lugares Património Mundial na Bienal Ibérica de Património Cultural

AR&PA 2020 realiza-se até sábado de forma virtual O Turismo Centro de Portugal está presente, a partir de hoje e...

Covid-19: INEM tem 18 profissionais infetados e 39 de quarentena

O INEM tem 18 profissionais infetados com o novo coronavírus e 39 em isolamento profilático, o registo mais elevado desde o início...

Quinta do Regueiro, distinguido como produtor do ano, lança nova colheita do Regueiro Barricas 2019

A celebrar 21 anos, o pequeno produtor a produzir vinhos gigantes, apresenta novo vinho e várias sugestões de presentes para este...

Estão abertas as candidaturas à Bolsa Nacional para projetos de investigação em Microbiota

Prazo termina a 17 de dezembro Estão abertas, até ao dia 17 de dezembro próximo, as candidaturas à 2.ª...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: