15.6 C
Castelo Branco
Segunda-feira, Novembro 30, 2020
No menu items!
Início Nacional Oito entidades da Região Norte criam aliança tecnológica para gerar novos produtos...

Oito entidades da Região Norte criam aliança tecnológica para gerar novos produtos na área da saúde

COMPROMISSO ESTÁ CENTRADO NOS LABORATÓRIOS COLABORATIVOS DTx, CEiiA e 4LIFELab

Assinou-se, no passado dia 13 de novembro, em Guimarães o memorando de entendimento com vista à formalização da Tech Alliance, uma rede colaborativa constituída por oito entidades ligadas à inovação, ciência e ao desenvolvimento tecnológico.

Esta rede será liderada, na sua fase de arranque, pelo DTx – Laboratório Colaborativo em Transformação Digital, em articulação com os restantes parceiros.

Reconhecendo a complementaridade das suas forças e capacidades, as oito entidades – DTx, CEiiA, 4LifeLab, Centro de Computação Gráfica, DONE Lab, Pólo de Inovação em Engenharia de Polímeros, Instituto de Investigação em Ciências da Vida e Saúde e Centro Clínico Académico – decidiram, através desta aliança, concertar esforços para o desenvolvimento de novos produtos e serviços de valor acrescentado, numa primeira fase na área da saúde.

Ricardo Machado – presidente do DTx Colab

“Esta aliança será um contributo das oito entidades para o reforço da competitividade da região Norte na conceção e industrialização de produtos e serviços tecnologicamente inovadores baseados em competências multidisciplinares comprometidas com a complexidade inerente aos desafios da emergência, ubiquidade e digitalização da sociedade atual”, afirmou Ricardo Machado, presidente do DTx e vice-reitor da Universidade do Minho.

A Tech Alliance será operacionalizada através de projetos conjuntos que cruzam as agendas de I&D e de inovação dos laboratórios colaborativos, baseada na complementaridade das oito entidades que a compõe.

A rede colaborativa pretende afirmar internacionalmente a região Norte como geradora de novos produtos e serviços tecnologicamente avançados fomentando uma indústria de nova geração e com forte impacto na sociedade, surgindo como uma resposta assertiva aos desafios associados à recuperação económica do país.

“O espírito que está na base da criação desta aliança é a agregação de competências e capacidades complementares dos membros que permite a valorização da ciência e a sua integração com a indústria, através do desenvolvimento e produtização de novos produtos e serviços, replicando o efeito do Atena”, adiantou José Rui Felizardo, presidente do CEiiA, Centro de Engenharia para o Desenvolvimento de Produto.

A rede pretende, assim, dar resposta às oportunidades associadas às alterações da sociedade e ao potencial das novas tecnologias na resolução de problemas complexos e no reforço da competitividade dando um sinal de forte compromisso com o País e com a região Norte, em particular.

A aliança que também acontece com a Universidade do Minho como um todo, desempenha um papel direto e indireto nesta conceção, onde alguns laboratórios e indústrias estão sedeados, contando com o contributo das suas equipas.

“Esta é uma oportunidade real para que a Universidade do Minho e as entidades aqui parceiras possam promover o papel de promotores do desenvolvimento da região norte e do país”, comentou o reitor da Universidade do Minho, Rui Vieira de Castro.

Rui Vieira de Castro, Reitor da Universidade do Minho

Para além do desafio tecnológico representado, o processo mostrou um conjunto de outros desafios num quadro regulatório institucional e económico que só podem ser vencidos com alianças fortes.

“É assim que encaro esta aliança, em que o principal desafio é de como vão conseguir identificar os componentes que faltam nos nossos conceitos tecnológicos e institucional para fazer face a pôr produtos de ponta no mercado, inclusive a nível internacional”, salientou Manuel Heitor, Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior na apresentação de ontem na apresentação do memorando.

Numa próxima fase, as alianças dessas tecnologias podem ser utilizadas para a área industrial e outros desafios que possam vir a surgir, garantiram ontem os responsáveis da Tech Alliance.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

APDP aposta numa abordagem multidisciplinar para desmitificar as principais dúvidas sobre a diabetes

“As perguntas que não faço dentro do consultório” - 2 de dezembro | 21h30 às 22h30 | Webinar

Covid-19: Hospitais de Coimbra dizem que estão perto do limite da capacidade

O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) está "muito próximo do limite de capacidade" de resposta à covid-19, devido à falta...

CASTELO BRANCO: “Já Leram a Poesia de Natal de Frei Agostinho da Cruz?” tema de palestra com António Salvado

A Real Associação da Beira Interior, organizou uma palestra no dia 28 de Novembro, subordinada ao tema “Já Leram a Poesia de...

Covid-19: Moderna pede uso de emergência de vacina a reguladores nos EUA e Europa

A farmacêutica norte-americana Moderna anunciou hoje o pedido de utilização de emergência da sua vacina para a covid-19 aos reguladores do medicamento...

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: