9.3 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Dezembro 8, 2021
No menu items!
InícioNacionalAldeias Históricas de Portugal apresentam novidades

Aldeias Históricas de Portugal apresentam novidades

Wi-fi gratuito nas 12 aldeias da rede e a maior rede de percursos cicláveis do país são os destaques

– Rede das Aldeias Históricas de Portugal apresentou projetos “Um Destino Mais Inteligente” e “Um Destino Mais #Bikelife”

– Sessão contou com a participação da Secretária de Estado do Turismo 

A rede das Aldeias Históricas de Portugal (AHP) realizou, na última 5ª feira, através de plataformas digitais, uma sessão pública de apresentação de mais dois projetos estruturantes para o território: “Aldeias Históricas de Portugal | Um Destino Mais Inteligente” e “Aldeias Históricas de Portugal | Um Destino Mais #Bikelife”.

Uma iniciativa que contou com a participação da secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, para além de representantes de entidades envolvidas nas iniciativas.

O projeto “Aldeias Históricas de Portugal | Um Destino Mais Inteligente”, desenvolvido em parceria com a Altice Portugal, foi o primeiro a ser apresentado, tendo sido desenvolvido com o objetivo de dotar as 12 Aldeias Históricas de Portugal de tecnologias wireless de qualidade, entre outras estruturas digitais.

Um investimento particularmente importante, já que para além de melhorar a qualidade de vida dos residentes, incrementa a experiência do turista, bem como as condições dos profissionais que exercem a sua atividade no território e dos que ponderam essa possibilidade. Ver filme em https://youtu.be/0bi7HrYeeJs

Recentemente concluído no terreno, o projeto confere às Aldeias Históricas de Portugal o estatuto de primeiro destino, em rede, totalmente coberto com fibra ótica e com wi-fi gratuito.

Uma infraestrutura igualmente decisiva para o desenvolvimento de iniciativas e de projetos que não dispensam o digital como ferramenta ou instrumento de trabalho.

Ou seja, o reforço das Aldeias Históricas de Portugal como um destino (também) inteligente e isto num território localizado no “interior profundo” do país.

O projeto proporcionou a instalação de uma rede wi-fi gratuita no espaço público e em pontos de interesse de todas as 12 Aldeias Históricas de Portugal, além de ter implementado um sistema beacon, por tecnologia bluetooth, e de ter criado uma aplicação móvel para os turistas.

Esta app (ver filme em https://youtu.be/sgrNiP0R0Mo) permite às aldeias interagirem com os visitantes, fornecendo informação georreferenciada e contextual, eventos e outras notícias úteis e é também uma aplicação inclusiva, uma vez que disponibiliza áudio guias em várias línguas e com conteúdos que cumprem com a regra da infoacessibilidade.

download da aplicação já está disponível em https://aldeiashistoricasdeportugal.com/app-ahp/

Paralelamente, as Aldeias Históricas de Portugal também passam a poder monitorizar o fluxo de visitantes com base nos dados revelados pela utilização da aplicação móvel e pelos acessos à tecnologia wireless.

O projeto “Aldeias Históricas de Portugal | Um Destino Mais Inteligente” tem como executores as Aldeias Históricas de Portugal e os municípios integrados na sua Rede, nomeadamente Almeida, Arganil, Belmonte, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Fundão, Idanha-a-Nova, Mêda, Sabugal e Trancoso.

Uma rede de percursos cicláveis com 3.500 quilómetros

O Presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo, Delmino Pereira, abriu o painel dedicado ao projeto estruturante “Aldeias Históricas de Portugal | Um Destino Mais #Bikelife”.

Este projeto foi delineado com o objetivo primordial de promover as práticas de mobilidade suave e sustentável – da bicicleta – entre as 12 Aldeias Históricas de Portugal, através da criação de uma estrutura permanente de percursos cicláveis.

A iniciativa resultou na criação da Rede de Percursos Cicláveis Aldeias Históricas de Portugal.

O projeto levou à identificação e categorização de uma rede de percursos cicláveis em estrada, num total de cerca de 3.500 quilómetros, divididos por 46 percursos – a maior rede de percursos cicláveis em todo o país!

Assim, as Aldeias Históricas de Portugal reforçam-se como um destino de excelência (também) para os cicloturistas e para todos os amantes de bicicleta, com impacto positivo na promoção das Aldeias Históricas de Portugal e dos territórios envolventes.

Uma aposta que também tem o condão de permitir o foco na especialização da oferta instalada, diferenciando-a e direcionando-a para um segmento de mercado com valor aquisitivo e, tendencialmente, com períodos de estadia mais prolongados.

Paralelamente, está em fase de conclusão a produção de um Guia dos Percursos Cicláveis da Rede das Aldeias Históricas de Portugal, muito útil para quem pretender conhecer os percursos mais indicados para todas as situações e com uma forte aposta na vertente inclusiva.

Um guia que privilegiará a dimensão digital, até por força do posicionamento sustentável das Aldeias Históricas de Portugal.

No entanto, também será produzida uma edição em suporte físico, exclusivamente para a promoção em certames.
 
 O projeto “Aldeias Históricas de Portugal | Um Destino Mais #Bikelife” tem a sua área de intervenção nos municípios integrantes da rede ALDEIAS HISTÓRICAS DE PORTUGAL e em municípios de ligação, casos de Castelo Branco, Covilhã, Fornos de Algodres, Manteigas, Oliveira do Hospital, Pampilhosa da Serra, Penamacor, Pinhel e Seia.

Para António Robalo, presidente da Associação das Aldeias Históricas de Portugal, “o percurso que se tem realizado em torno de uma estratégia assistida pelo princípio do crescimento inteligente, sustentável e inclusivo tem sido desafiante, mas também tem demonstrado que este é o caminho certo. O foco nas dinâmicas colaborativas e integradas, como é o exemplo destes dois projetos, tem alavancado a cultura de trabalho em rede e acentuado a capacidade das comunidades de contribuírem para o desenvolvimento local.”

“A nossa missão assenta na criação de ativos e de mecanismos facilitadores para dotar a Rede de maior competitividade. Os projetos “Um Destino Mais Inteligente” e “Um Destino Mais #Bikelife” são disso exemplo. Duas apostas que, no quadro societário e empresarial atual e tendencial, são valias inegáveis para a almejada diferenciação”, acrescenta.

Os dois projetos apresentados hoje são financiados pelo Programa Valorizar.
 

Sobre a Rede das Aldeias Históricas de Portugal

Perdidas entre montes e vales da verdejante paisagem do interior de Portugal, repletas de lendas e castelos, sabores e tradições, há 12 singelas aldeias onde apetece perdemo-nos, para nunca mais nos encontrarmos.

Almeida, Belmonte, Castelo Mendo, Castelo Novo, Castelo Rodrigo, Idanha-a-Velha, Linhares da Beira, Marialva, Monsanto, Piódão, Sortelha e Trancoso: as Aldeias Históricas de Portugal, um destino que são 12, são paraísos escondidos que nos levam numa viagem ao tempo de reis e rainhas, épicas e infinitas batalhas que escreveram a História como a conhecemos hoje.

Viajar até às Aldeias Históricas de Portugal é, assim, descobrir a História de um país de temerários conquistadores, através das pedras das suas calçadas e das suas frondosas muralhas e castelos, orgulhosa e imponentemente erguidos.

É, ainda, a garantia de momentos inesquecíveis de lazer, aventura e descoberta, temperados com os inigualáveis aromas e sabores da região, que compõem a sua típica gastronomia.

No território das Aldeias Históricas de Portugal há um sem fim de trilhos para caminhadas e percursos de bicicleta e BTT – como a Grande Rota 22 (GR), a maior rota de Walking & Cycling em Portugal, com cerca de 600 km. 

As Aldeias Históricas de Portugal são o primeiro destino em rede, à escala mundial, e o primeiro destino nacional a receber a certificação BIOSPHERE DESTINATION.

A Grande Rota das Aldeias Históricas de Portugal (GR22) é a maior rota europeia para caminhadas com selo Leading Quality Trails – Best of Europe, entregue pela European Ramblers Association (Associação Europeia de Caminhada).

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: