10.6 C
Castelo Branco
Terça-feira, Janeiro 19, 2021
No menu items!
Início Nacional Aldeias do Xisto ganham Prémio Nacional de Turismo na categoria Turismo em...

Aldeias do Xisto ganham Prémio Nacional de Turismo na categoria Turismo em Rede

As Aldeias do Xisto venceram o Prémio Nacional de Turismo. O galardão foi atribuído na categoria Turismo em Rede, pelo trabalho desenvolvido com a plataforma de reservas Bookinxisto. Organizado pelo jornal Expresso, em parceria com o BPI, e apoiado pelo Turismo de Portugal, o Prémio reconhece, nesta categoria, projetos que desenvolveram aplicações e serviços digitais inovadores na área do turismo, bem como projetos que trabalhem em rede com outros operadores.

O segredo da marca Aldeias do Xisto reside na sua robusta parceria com 20 Municípios da Região Centro e mais de 200 operadores privados.

A ADXTUR- Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto é hoje uma plataforma de cooperação regional público-privada, supramunicipal, ancorada num processo contínuo, cuidadoso e especializado, de mobilização das populações, congregação de vontades e apoio ao investimento, em prol do desenvolvimento de um território e de uma ideia de futuro.

Aldeia de Fajão, Aldeias do Xisto

Desde o primeiro momento que a marca Aldeias do Xisto tem vindo a chamar a atenção do país para uma reserva da sua identidade que deve ser preservada e promovida, desafiando Portugal a pensar o seu futuro também a partir das aldeias.

E que a única forma de o fazer, nesta escala e contexto, só pode ser através de uma partilha alargada do caminho apoiada numa sólida rede de cooperação.

É por isso que este prémio deve ser partilhado com todos os homens e mulheres, habitantes, autarcas, técnicos, investidores, amigos e outros utópicos que, desde o primeiro momento e ao longo destes 20 anos de história, têm sabido manter a coesão desta rede de interesses, mas também de afetos e de ideais.

Sem eles, nada disto seria possível. O prémio é, por isso, para todos eles.

Turismo em Rede

Para esta categoria procuravam-se “projetos que desenvolveram aplicações e serviços digitais inovadores na área do turismo, bem como projetos que trabalhem em rede com outros operadores.

A aposta no digital como meio de comunicação, distribuição e venda, para a criação de relações de confiança com os clientes, é determinante para gerar e regenerar o negócio turístico.

O desenvolvimento de aplicações que apoiem os consumidores na marcação das suas viagens, que os apoiem durante a sua estadia, sugerindo restaurantes, transportes ou atividades e iniciativas relevantes, são importantes ferramentas para afirmar Portugal como uma smart destination.

Casal de São Simão, Aldeias do Xisto

A conectividade é, também, o estabelecimento de redes e parcerias para promoção conjunta entre os vários setores, que permitam densificar e diversificar o produto turístico, quer no tipo de experiências proporcionadas, quer nos territórios abrangidos, indo ao encontro das expectativas dos clientes.

Nesta categoria eram elegíveis projetos que reinventam a relação com os clientes e agilizam o acesso à experiência turística”.

As aldeias a uma só voz

Toda a ação da ADXTUR se centra na solidez da parceria com os seus associados, que inclui agentes públicos e privados.

A convergência da marca e dos seus parceiros com os objetivos de desenvolvimento turístico e de coesão territorial, bem como com o crescimento da procura, nacional e internacional, por bens e serviços genuínos e sustentáveis, tem impulsionado ações assumidamente experimentadoras e valorizadoras do tecido económico e social, como é o caso do Bookinxisto.

O capital relacional da ADXTUR com os seus parceiros foi naturalmente alargado a esta plataforma digital, aumentando o nível de envolvimento da rede com os parceiros locais e estimulando um crescimento da capacitação digital do território.

Recorde-se ainda que o Bookinxisto foi a primeira central de reservas portuguesa a estar disponível no site visitportugal.com, onde ainda se mantém como uma das principais ofertas do país para o mercado internacional.

O Bookinxisto contribui para a promoção de uma cultura de inovação, de experimentação e empreendedorismo centrada nos recursos endógenos, incentivando uma abordagem colaborativa dos diversos players do desenvolvimento económico e social do território.

Tem vindo a atrair e mobilizar investimento para dinamizar a economia e criar emprego, gerando motivações e condições de atração e fixação de população no território e melhoria da qualidade de vida.

Esta qualificação e alargamento da oferta de bens e serviços com a marca Aldeias do Xisto e a exploração de novos canais de distribuição nacionais e internacionais, tem aumentado a atração turística, reduzido a sazonalidade e maximizado a permanência.

Bookinxisto – uma plataforma única

O Bookinxisto é uma plataforma única no nosso país.

É uma central de reservas multisserviços (alojamentos, experiências e restaurantes), disponível em cinco idiomas.

Rege-se pelas regras do Comércio Justo, não tendo, por isso, intermediários ou comissões, e o valor das reservas, o mais baixo do mercado, vai diretamente e por inteiro para o NIB dos parceiros.

Cada um destes parceiros presente na plataforma gere a sua própria carteira, e existe um acompanhamento muito próximo, personalizado e individual de cada um, qualificando a sua imagem através da presença na plataforma e capacitando-os para os desafios da comercialização digital.

A plataforma Bookinxisto aumentou claramente o volume de negócios dos parceiros privados da ADXTUR.

A oferta da marca está toda agregada nesta plataforma, o que gera efeitos de escala num mercado bastante competitivo.

Para tal também contribui o seu compromisso exclusivo com a dinamização económica da marca territorial Aldeias do Xisto, transformando a sua notoriedade em transação e negócio, e beneficiando de uma identidade comum.

O que não impede – bem pelo contrário – que se promova o cross selling com outras marcas regionais, como por exemplo as Aldeias Históricas de Portugal ou o Geoparque Naturtejo.

Finalmente, existe um “help desk” personalizado que responde a todas as questões dos utilizadores e adapta a oferta às suas necessidades.

Júri do Prémio Nacional de Turismo:

  • Ana Pinho, Presidente da Fundação de Serralves
  • Cristina Vaz Tomé, Chief Financial Officer do Grupo Impresa
  • Daniel Traça, Dean na Nova School of Business and Economics
  • João Ricardo Moreira, Administrador Executivo da NOS
  • Luís Araújo, Presidente do Turismo de Portugal
  • Pedro Barreto, Administrador Executivo do BPI

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: