0.8 C
Castelo Branco
Terça-feira, Janeiro 19, 2021
No menu items!
Início Regional João Lobo: “Sejamos prudentes e responsáveis na proteção das nossas famílias”

João Lobo: “Sejamos prudentes e responsáveis na proteção das nossas famílias”

O presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova apela a que se celebre o Natal com todo o cuidado para se minimizar o potencial de surgirem novos casos de contágio por COVID-19.

“Ainda que as saudades nos assolem e que queiramos legitimamente tocar e estar com aqueles que realizam o nosso eu, sejamos prudentes e responsáveis na proteção das nossas famílias. Será essa a melhor forma de expressar o nosso carinho e amor neste tempo”, refere João Lobo.

“Se este ano 2020 trouxe ao mundo a perceção da nossa fragilidade, até de impotência em determinados momentos, também nos mostrou o quanto somos importantes como indivíduo para a proteção e realização do coletivo.É nesta consciência que devemos viver este Natal, não colocando o esforço de muitos em vão, sendo continuadamente responsáveis e dessa forma protegermos aqueles que são de risco: sabemos que os nossos mais velhos têm que residir a esta preocupação”, apela o autarca.

O concelho tem atualmente cinco casos ativos, sendo que três deles são importados, ou seja, não foram diagnosticados no concelho, mas estão a cumprir o seu isolamento aqui, e 56 pessoas em vigilância.

“Quero nesta quadra natalícia expressar mais uma vez um agradecimento a todos quantos e de forma mais exigente vão todos os dias assegurando a saúde, a segurança, o socorro e as mais básicas funções de apoio para que todos possamos viver dentro dos padrões que construímos e nos traduz possibilidade de desenvolvermos a cada dia a nossa atividade” adianta João Lobo.

“Agora que se iniciará o processo de vacinação, em que a União Europeia se uniu no sentido de não haver nenhum país de segunda e, dessa forma, a todos chegar a vacina ao mesmo tempo, não coloquemos a perder este esforço”.

O autarca recomenda, por exemplo, que não sejam realizados os tradicionais madeiros de Natal nas aldeias para evitar a aglomeração de pessoas – até porque continua em vigor a proibição de ajuntamentos na via pública com mais de seis pessoas.

No caso de as famílias se juntarem, os convívios devem ser reduzidos e sugere-se que se mantenha a distância física, que se utilize a máscara, bem como se higienize as mãos com frequência e se siga a etiqueta respiratória.

Deve ser evitada a partilha de objetos e os espaços devem ser arejados e as superfícies desinfetadas.

Quanto a restrições, o concelho integra, neste momento, a lista de risco moderado.

No entanto, é necessário cumprir um conjunto de normas por o país se encontrar em Estado de Emergência.

Desta forma, no Natalpoderá haver circulação entre concelhos nos dias 23, 24, 25 e 26 de dezembro.

Na noite de 23 para 24 será mantido o período de proibição de circulação, com exceção das pessoas que estão em trânsito, que «podem circular sem pressas».

A restauração pode funcionar aos almoços e ao jantar nos dias 24 e 25 de dezembro até à 1h.

No dia 26 poderão servir almoços até às 15h30.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: