26.1 C
Castelo Branco
Sábado, Julho 31, 2021
No menu items!
InícioRegionalCovid-19: Universidade da Madeira suspende atividades presenciais até 10 janeiro

Covid-19: Universidade da Madeira suspende atividades presenciais até 10 janeiro

A Universidade da Madeira informou hoje que todas as atividades letivas presenciais, incluindo avaliações, estão suspensas até 10 de janeiro, aguardando a instituição as medidas que o Governo Regional vai determinar na segunda-feira.

“Todas as atividades letivas presenciais, incluindo avaliações, estão suspensas, até ao próximo dia 10 de janeiro e as aulas que possam ter lugar online, devem decorrer normalmente nesse meio digital”, pode ler-se no comunicado divulgado pela academia madeirense.

O Governo Regional da Madeira reuniu-se hoje com elementos das várias entidades de saúde da região e decidiu a reabertura progressiva das aulas, até 11 de janeiro, nos concelhos do Funchal, Câmara de Lobos e Ribeira Brava, municípios onde se registaram o maior número de casos nos últimos dias, após efetuada a testagem da comunidade escolar, num total de aproximadamente 6.000 pessoas.

A Universidade da Madeira, localizada no concelho do Funchal, acrescenta na nota que “as atividades não letivas inadiáveis, nomeadamente relacionadas com trabalhos de investigação, poderão ser realizadas nas instalações da UMa”.

Também refere que, no Campus da Penteada, a instituição vai tentar “manter um registo dos presentes, na porta principal, à entrada e à saída, através da leitura do cartão de identificação da universidade e pelas portas dos estacionamentos, para os utilizadores dos mesmos, processando-se o seu registo da forma usual”.

No mesmo documento, a UMa, indica que os trabalhadores não docentes, em teletrabalho, devem “articular o respetivo funcionamento com os administradores e os Serviços Sociais”.

Recorda ainda que a decisão do Governo Regional anunciada hoje menciona que qualquer trabalhador afeto à universidade que precise de “ficar em casa para acompanhar o seu educando, por este frequentar estabelecimento de ensino nos municípios do Funchal, de Câmara de Lobos e da Ribeira Brava, verá a sua falta ao trabalho justificada, com limite de um encarregado de educação por agregado”.

A Universidade da Madeira aguarda “a definição das medidas que serão objeto de Resolução do Conselho de Governo em reunião a decorrer na manhã de segunda-feira, dia 4 de janeiro de 2021”.

Com base nos últimos dados divulgados pela Direção Regional de Saúde, domingo, a Madeira registou 65 novos casos positivos de covid-19, totalizando 734 situações ativas, das quais 558 são de transmissão local.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.835.824 mortos resultantes de mais de 84,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 7.118 pessoas dos 427.254 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

*LUSA

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: