27.2 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Agosto 4, 2021
No menu items!
InícioCulturaEm Nome da Beira em Alcains

Em Nome da Beira em Alcains

19 de janeiro a 20 de fevereiro

“Em Nome da Beira”, projeto da Alma Azul dedicado à dinamização de produtos culturais e regionais da Beira, realiza-se este ano nos meses de janeiro e fevereiro em Alcains, com forte presença no espaço digital, devido à situação de Estado de Emergência e aos confinamentos obrigatórios; mantendo como é habitual o “Em Nome da Beira – Coimbra 2021” no mês de novembro.

“Em Nome da Beira em Alcains” inicia-se no próximo dia 19 de janeiro, terça-feira, com a celebração do aniversário do nascimento de Eugénio Andrade (Prémio Camões 2001), que nasceu em Póvoa de Atalaia, no ano de 1923; e de quem a Alma Azul prepara uma biografia para editar em 2022, na coleção “Em Nome da Beira – Biografias”.

Este ano, a Alma Azul vai abordar autores a quem Eugénio de Andrade dedicou poemas ou outros textos, e de quem foi amigo.

Sophia de Mello Breyner Andresen, Agustina Bessa-Luís, Jorge de Sena, Ruy Belo, Luís Miguel Nava e Eduardo Lourenço são alguns dos autores que vamos divulgar através de textos de Eugénio de Andrade, que devido ao estado de confinamento serão enviados através de correio eletrónico e da rede social Facebook.

Eugénio de Andrade – Fotografia da revista Biblos

Também no dia 19 abre a Mostra de Autores da Beira, iniciativa que a Alma Azul dinamiza há 18 anos.

A Mostra terá um formato online enquanto se mantiver o confinamento obrigatório; e passando a presencial se tal for possível até 20 de fevereiro.

Maria Antonieta Garcia, António Roxo, Maria Adelaide Salvado, Florentino Beirão, António de Vasconcelos, Lopes Marcelo, Jaime Lopes Dias, Francisco Goulão e Maria Victória Ataíde, são apenas alguns dos autores presentes na Mostra que apresentará algumas raridades para os colecionadores de Etnografias e Estudos da Região da Beira; como dois exemplares da Monografia de Castelo Branco em fac-símile da edição de 1890.

Outro dos livros em destaque será António Ramalho Eanes, de Nelson Mingacho, o primeiro título da coleção “Em Nome da Beira – Biografias”, a ponto de esgotar a edição.

António Ramalho Eanes nasceu em Alcains, a 25 de janeiro de 1935; e a Alma Azul vai celebrar o seu aniversário online, recordando o seu trabalho enquanto primeiro presidente eleito após a revolução de Abril de 1974, no dia em que completa 86 anos de idade.

Agustina, Sophia e Eugénio

Haverá ainda, em fevereiro, um trabalho sobre a história do ensino público em Alcains, em que as Irmãs Franciscanas serão recordadas, assim como a sua “Casa do Bem” onde funcionou o primeiro Jardim de Infância de Alcains.

A apresentação do livro “Certificado de Presença” de António Salvado, no dia 20 de fevereiro, data em que o autor albicastrense completa 85 anos de idade, encerra o Programa de “Em Nome da Beira em Alcains”.

“Certificado de Presença” é uma edição A Mar Arte, de fevereiro de 1996, a qual completa precisamente 25 anos em 2021.

A apresentação do livro “Certificado de Presença” será realizada com uma Conversa Aberta e informal (online ou presencial, dependendo da evolução da situação de pandemia) sobre a importância do trabalho das pequenas editoras para a promoção da Poesia.

A Mostra apresentará uma preciosidade: a primeira edição do livro “Uma faca nos dentes”, de António José Forte, na & etc, numa edição de 1983, em homenagem ao editor Vítor Silva Tavares.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: