9.4 C
Castelo Branco
Quinta-feira, Fevereiro 25, 2021
No menu items!
Início Nacional Como vender online através das redes sociais em 2021?

Como vender online através das redes sociais em 2021?

De acordo com o relatório “Digital 2020: October Global Statshot”, em Janeiro de 2020, cerca de 53% da população mundial detinha um perfil em uma ou mais redes sociais.

Sem surpresa, o Facebook lidera a lista, mas redes sociais como o Instagram, Twitter ou WhatsApp têm vindo a ganhar terreno entre as preferências dos internautas.

Fonte: https://datareportal.com/

As redes sociais são já uma realidade incontornável na nossa vida diária. Além das interações sociais que proporcionam, estas plataformas estão a afirmar-se, cada vez mais, como um verdadeiro “centro comercial do futuro” permitindo, mesmo a quem não detenha um site, vender online.

Contudo, não basta criar uma página numa rede social e esperar que, por artes mágicas, os clientes corram a comprar os seus produtos. Organizar e gerir um negócio nas redes sociais exige muito trabalho e uma atenção especial a vários domínios que, num negócio analógico, não se aplicam.

Os pagamentos online são um deles.

Como receber Pagamentos Online através das redes sociais?

Ao contrário do que acontece no comércio tradicional, o pagamento não um dado adquirido mesmo que o cliente já tenha adicionado produtos ao seu carrinho de compras.

Inúmeros clientes acabam por abandonar o seu carrinho quando se deparam com meios de pagamento inadequados ou que não vão ao encontro das suas necessidades.

Diminuir este “atrito” no “check-out”, passa por oferecer soluções abrangentes e em sintonia com um perfil de consumidor online que, no caso português, se carateriza por dar preferência aos pagamentos por cartão e referência multibanco.

Quer detenha um site, quer faça vendas à distância através das redes sociais, o mercado português de meios de pagamento disponibiliza várias soluções que facilitam a vida aos empresários de e-commerce.

Uma delas é o REDUNIQ@Payments. Esta solução desenvolvida pela REDUNIQ permite pagamentos à distância por e-mail, SMS ou WhatsApp, com cartões Visa e Mastercard, sem necessidade de ter um site ou de integração com a loja online do comerciante.

O REDUNIQ@Payments disponibiliza uma plataforma, otimizada para smartphones e tablets, onde o comerciante cria um link, que pode ser enviado por e-mail, SMS ou WhatsApp. O consumidor recebe o link, clica, e vai para uma página segura REDUNIQ, que garante que o comerciante não tem acesso aos dados do cartão em nenhuma fase do pagamento.

Se a preferência for para soluções de pagamento por referência multibanco ou MB Way, a REDUNIQ oferece o Pagamento de Serviços, um serviço de aceitação de pagamentos por Referência Multibanco e MB Way. No caso de o comerciante vender online sem site através das redes sociais, pode aceder a esta solução de pagamento através de um simples acesso à plataforma da REDUNIQ e sem necessidade de integração.

Como vender online através das redes sociais em 2021

Depois de saber como receber pagamentos através das redes sociais, venha agora descobrir o que fazer para que eles se tornem uma realidade:

Defina as redes sociais mais adequadas para a marca

Apesar da profusão de redes sociais existentes hoje em dia, a sua marca não precisa de estar em todas.

Administrar vários perfis ao mesmo tempo é desgastante, exige tempo e recursos. Muitas vezes também é ineficaz, porque o seu público-alvo pode nem estar em determinadas redes sociais.

Portanto, é preciso analisar quais são as redes sociais mais adequadas para o seu negócio, o seu perfil de público, os seus objetivos de marketing e a capacidade da sua equipa de trabalho.

Defina os seus objetivos

Vender online através das redes sociais implica, primeiramente, definir os seus objetivos. Entre outros pense se quer aumentar o alcance, o reconhecimento ou o envolvimento da marca com os clientes, direcionar tráfego para o site, blog ou plataforma de e-commerce, aumentar as vendas ou construir uma comunidade para a marca.

Escolha um ou mais objetivos entre os que mencionamos, são estes que vão orientar as suas decisões.

Quando definir os objetivos, saiba também quais os indicadores (KPIs) a monitorizar para ter um feedback mais concreto sobre os resultados da sua estratégia. Por exemplo, caso queira incrementar as vendas, vai ter que prestar particular atenção às conversões no site.

Humanizar a marca

Ao contrário dos meios de comunicação empresarial mais analógicos, as redes sociais dão-lhe a oportunidade de mostrar que a sua marca é feita por pessoas. Aproveite as potencialidades deste meio para mostrar os bastidores da empresa, usar uma linguagem mais amigável ou conversar de igual para igual com os utilizadores.

Nas redes sociais, as marcas assumem uma personalidade, com valores, atitudes e princípios, que transparece nos seus conteúdos. Desta forma, elas tornam-se menos mecânicas e mais humanas e autênticas.

Gerar tráfego e conversões

Engana-se quem pensa que as redes sociais servem apenas para construção de marca. Ao permitirem a divulgação de links do seu site ou plataforma de e-commerce, as redes sociais são uma excelente ferramenta que podem ajudar a transformar visualizações em seguidores e clientes.

Isto torna-se ainda mais visível quando se tratam de marketplace de redes sociais, como o Facebook ou o Instagram, uma vez que os posts, links e até o processo de compra ocorre através da mesma plataforma.

Para este ano, está na calha o nascimento de uma nova funcionalidade que irá exponenciar a capacidade de gerar trafego e conversões. Neste momento, o Facebook está a trabalhar na fusão de 2 apps de mensagens (Facebook + Instagram), talvez 3, uma vez que também está em cima da mesa que o WhatsApp se junte ao projeto.

Esta inovação irá gerar novas oportunidades para os negócios online, ao disponibilizar-lhes mais formas de executar, de forma simultânea, campanhas publicitárias em múltiplas plataformas a partir de uma só app.

Se bem utilizado, isto apresenta-se como uma excelente oportunidade para aumentar o trafego e transformar as visitas em vendas.

Conheça melhor a sua audiência

As plataformas oferecem dados valiosos sobre o público que acompanha a sua marca, como idade, género, localização, cargo, interesses etc. Além disso, a monitorização de menções permite saber quais os temas mais falados e o que as pessoas pensam da sua marca.

Neste campo, 2021 vai trazer novidades para o Instagram. Esta rede social vai adicionar novas ferramentas de teste de RA (realidade aumentada), com base nas suas opções de compras de RA existentes e tags de vídeo para produtos, oferecendo mais formas de as empresas e criadores facilitarem a compra direta.

Crie conteúdos originais e relevantes

Se já conhece o perfil do seu consumidor-tipo, a que linguagem ele reage, quais os assuntos a abordar e quais os objetivos a atingir, a produção de conteúdo deve sempre ter em vista os elementos estratégicos que lhe permitam obter um maior alcance e envolvimento do público, dado que apenas os posts mais relevantes para cada utilizador aparecem no feed.

Os conteúdos das redes sociais devem ser originais, alinhados com o perfil do consumidor-tipo e adequados às características de cada rede. Estas publicações podem educar, informar, entreter ou, simplesmente, divulgar ofertas.

Siga o Princípio de Pareto ou regra dos 80/20: apenas 20% dos conteúdos devem falar sobre o que a marca vende, enquanto os outros 80% devem tratar de temas da sua área de atuação, resolver dúvidas do consumidor ou entreter.

Faça alguns testes para saber como os seus seguidores reagem a cada tipo de publicação.

Crie um calendário editorial

Crie um cronograma de publicações por período (semana, mês, trimestre, etc.) de que conste, entre outras coisas, o agendamento de posts e a criação de relatórios.Este planeamentoajuda a organizar e a controlar as atividades da sua marca nas redes sociais.

Ao fazê-lo, vai conseguir definir e manter uma frequência de publicações nas redes sociais. Isto acaba por ser essencial para que os algoritmos percebam que o perfil da marca está ativo e continua a fazer publicações (posts).

Além disso, este cronograma ou calendário editorial também ajuda a perceber se os conteúdos previstos estão alinhados com o Princípio de Pareto.

Segmentar anúncios

Sempre que alguém faz um “like” ou comentário, estes dados são condensados em informações que, posteriormente, são utilizadas pelas redes sociais para direcionar publicidade.

Por exemplo, aproveitar todo o potencial do Facebook implica investir em anúncios pagos através da funcionalidade Facebook Ads. Esta ferramenta funciona com base no micro-targetting que, após reunir as várias informações pessoais disponíveis no perfil dos utilizadores do Facebook, direciona os seus anúncios para o público mais passível de lhe comprar alguma coisa.

Ainda no Facebook, pense em desenvolver estratégias para a funcionalidade “Grupos”. Participe em grupos relacionados com o seu setor de atividade ou crie um grupo para a sua marca, por exemplo.

No caso do Instagram, com a solução Instagram Shopping é possível marcar os seus produtos com links da página de pagamento no Feed e nos Stories. Esta ferramenta funciona com recurso a tags (etiquetas) que permitem marcar produtos com preços e links que redirecionam o seguidor para a sua página no Facebook. Para que isso aconteça, basta que associe a sua conta comercial no Instagram a um catálogo do Facebook (Gestor de Negócios no Facebook Business), aguardar a aprovação e começar a utilizar.

Esta estratégia de publicidade direcionada deve andar de mão dada com as publicações orgânicas que a sua marca faz diariamente e a razão é simples: os posts orgânicos dão consistência à presença da marca e envolvem os seguidores, enquanto os anúncios geram resultados rápidos e atraem novos públicos.

Acompanhe as métricas de desempenho

Acompanhe as suas métricas de desempenho: ações na página, visualizações, “gostos”, alcance, envolvimento, mensagem e vídeos.

Estes relatórios são de extrema importância para saber não só se a sua marca atingiu os objetivos a que se propôs, como se apresenta como uma importante ferramenta para otimizar as suas estratégias de marketing.

Por exemplo, a solução Facebook Insights permite-lhe acompanhar métricas e perceber qual o seu consumidor tipo ajudando-o a aperfeiçoar os seus conteúdos.


 

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: