13.8 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Junho 23, 2021
No menu items!
InícioRegionalAECBP alarga Campanha de Natal até final de fevereiro

AECBP alarga Campanha de Natal até final de fevereiro

Iniciativa conta com 100 estabelecimentos aderentes e já gerou até agora 96 mil euros

Face às medidas restritivas ditadas pelo novo confinamento e estado de emergência, a Associação Empresarial da Covilhã, Belmonte e Penamacor (AECBP) decidiu alargar o período de funcionamento da Campanha de Natal 2020 até ao dia 28 de fevereiro, realizando depois dessa data os dois grandes sorteios, através dos quais oferecerá uma montra de prémios e centenas de vouchers de 25 euros em compras no comércio local da Covilhã.

Lançada em novembro passado, o término da iniciativa estava inicialmente previsto para 31 de janeiro.

A decorrer na Covilhã, a campanha conta com um total de cerca de 100 estabelecimentos aderentes, mais 25 do que na edição anterior, e já gerou até ao momento perto de 100 mil euros, valor superior em 32 mil euros em relação à campanha de 2019.

“São números muito satisfatórios, mas acreditamos que até ao final de fevereiro a campanha possa alcançar ainda melhores resultados, apesar da situação pandémica que vivemos”, afirma Henrique Gigante, presidente da AECBP.

Embora boa parte do comércio esteja encerrado desde 15 de janeiro, em virtude do estado de emergência, continua a ser possível realizar compras nos estabelecimentos que se mantém abertos e em funcionamento em regime excecional, na restauração com serviços de takeaway ou entregas ao domicílio e em aderentes com presença online, designadamente no marketplace “Compras na Covilhã” (comprasnacovilhã.pt).

Cada 20 euros em compras no comércio, serviços e restauração aderentes, dão direito a um cupão de participação nos sorteios.

Recorde-se que esta campanha de Natal foi reforçada em comparação com as anteriores edições, uma vez que a AECBP juntou ao habitual sorteio da montra de prémios um segundo sorteio, o dos vouchers, intitulado “(Re)investir em Nós”.

A montra de prémios está exposta na Loja da Campanha de Natal da AECBP localizada no Largo 5 de outubro e tem os seguintes prémios: uma bicicleta elétrica, um computador portátil, um aspirador robô e um cabaz com produtos endógenos da região.

Em relação aos vouchers, o valor mínimo a atribuir era de 2 mil euros, distribuídos por vales de 25 euros cada, mas fixa-se já atualmente nos 2.825 euros, podendo este valor subir ainda mais, em função da adesão.

“Esta foi uma campanha lançada num ano particularmente difícil e, por isso, reforçada exatamente para ajudar a mitigar os impactos da pandemia”, explica Henrique Gigante, presidente, ao acrescentar que “tendo em conta as medidas restritivas associadas a este segundo confinamento, achámos que seriabenéfico dar-lhe continuidade até 28 de fevereiro”.

Este responsável constata que “a indefinição em relação à reabertura de todo o comércio, serviço e restauração é grande”, pelo que a AECBP “não descarta a possibilidade de voltar a rever o prazo de término da campanha”.

Henrique Gigante sublinha ainda que “os mais de dois mil e oitocentos euros em vouchers para compras nas lojas aderentes, valor da campanha que vai ser reinvestido no comércio local, serão uma ajuda suplementar ao comércio local neste momento difícil que atravessamos”.

Ainda em relação à pandemia, Henrique Gigante relembra que a AECBP disponibiliza Gabinetes de Apoio ao Empresário nas áreas jurídica, fiscal e contabilística, com possibilidade de agendamento online e com consultas gratuitas para os seus associados até 30 de junho.

Além disso, tem disponível um microsite (aecbp.org/covid-19) com o objetivo de manter informados os empresários da Covilhã, Belmonte e Penamacor sobre as medidas governamentais e municipais de apoio à economia nacional e regional no contexto de contenção do vírus Covid-19, promover os serviços de associados, em funcionamento excecional, durante a crise pandémica, bem como divulgar outras informações úteis para os cidadãos relacionadas com o surto.

É nesta página que os interessados encontram informação sobre os Gabinetes de Apoio ao Empresário e listagem de mercearias, minimercados, talhos, pastelarias e empresas de outros setores abertos no seu território de ação, com respetivos contactos e moradas, assim como de restaurantes com takeaway e/ou serviço de entrega ao domicílio.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: