12.2 C
Castelo Branco
Segunda-feira, Março 1, 2021
No menu items!
Início Desporto LE: Benfica e Braga procuram oitavos da Liga Europa com adversários 'Champions'

LE: Benfica e Braga procuram oitavos da Liga Europa com adversários ‘Champions’

O Benfica, numa ‘estranha’ eliminatória em campo neutro com o Arsenal, e o Sporting de Braga, face à Roma, de Paulo Fonseca, começam a jogar na quinta-feira o acesso aos oitavos de final da Liga Europa em futebol.

Apesar de estarem na ‘segunda divisão’ europeia, lisboetas e minhotos vão ter pela frente adversários de ‘primeira’, de ‘Champions’, e que, mesmo não sendo, longe disso, os melhores dos respetivos países, partem, claramente, como favoritos.

O Arsenal já esteve 19 vezes na fase de grupos da ‘Champions’ e é mesmo o recordista de eliminações nos ‘oitavos’ (nove), enquanto a Roma totaliza 11 e foi semi-finalista da prova em 2017/18, depois de afastar o FC Barcelona, de Lionel Messi.

Na presente temporada, os londrinos seguem apenas no 10.º lugar da ‘Premier Legue’, mas já conquistaram a Supertaça inglesa e só estão a dois triunfos do quarto, e os romanos são terceiros na Serie A, apenas atrás de Inter e AC Milan e à frente da Juventus.

As credenciais estão na ‘mesa’, sendo que, por culpa da pandemia da covid-19, e mais precisamente das medidas aplicadas pelo governo britânico, o duelo entre Benfica e Arsenal vai ser disputado em dois jogos em campo neutro.

O Benfica vai ‘receber’ os ingleses no Estádio Olímpico de Roma, no que será apenas o terceiro jogo dos ‘encarnados’ como anfitriões fora da Luz – depois de dois no Bessa, em 2003/04, face às obras de conclusão do novo recinto – e, uma semana depois, ‘visitará’ os ‘gunners’ em Atenas.

Os ‘encarnados’, que de qualquer forma não teriam o apoio do público, há muito proibido de rumar aos estádios, estão, ainda por cima, longe, muito longe, do seu melhor, na ‘ressaca’ do surto de covid-19 que assolou o plantel.

O treinador Jorge Jesus já tem agora quase todos à disposição, sendo exceção o lesionado André Almeida, mas, como se viu no domingo, em Moreira de Cónegos (1-1), o coletivo funciona mal, com a equipa muito longe do que prometeu nos primeiros ‘compassos’ da época e com muitos jogadores fora de forma.

Frente a equipas do escalão principal, o Benfica, quarto da I Liga, soma três vitórias, todas em casa (2-0 ao Tondela, 3-0 ao Belenenses SAD e 2-0 ao Famalicão), cinco empates e duas derrotas nos últimos 10 jogos, um mau ‘cartão de visita’.

Quanto ao Arsenal, as contas internas estão complicadas, mas os ‘gunners’ atuam no melhor campeonato do Mundo, no qual somam seis vitórias, dois empates e duas derrotas nos últimos 10 encontros, incluindo um 3-1 ao Chelsea, um 3-1 em Southampton e um 0-0 com o Manchester United.

No domingo, na receção ao Leeds (4-2), o avançado gabonês Pierre-Emerick Aubameyang, que já marcou ao Benfica pelo Borussia Dortmund (‘hat-trick’ nos ‘oitavos’ de Champions de 2016/17), marcou três golos e mostrou que está em forma, o que pode ser um problema adicional para os ‘encarnados’.

Com o português Cédric Soares e o ex-benfiquista David Luiz no ‘onze’, os comandados do espanhol Mikel Arteta chegaram a estar a vencer o Leeds, que ultrapassaram na tabela, por 4-0, pelo que chegam, também coletivamente, em ‘alta’.

Quanto ao Sporting de Braga, está bem melhor do que o Benfica, numa série de sete jogos sem perder, com cinco vitórias e dois empates – ambos em casa frente ao FC Porto e após estar a perder, ainda que com recuperações em vantagem numérica.

Os comandados de Carlos Carvalhal, que não perdem desde o 0-1 com o Sporting na final da Taça da Liga, em 23 de janeiro, têm tido, porém, várias infelicidades, nas lesões graves de David Carmo e Iuri Medeiros, às quais se junta a saída de Bruno Viana.

As remodelações, em relação à fase de grupos, na qual o Sporting de Braga só perdeu para o Leicester, não se ficam por aqui, pois também não haverá Paulinho, que rumou ao Sporting, mas poderá haver, em estreia, Borja, Sporar e Lucas Piazón.

Pela frente, o conjunto minhoto vai ter uma Roma que tem vivido uma época tumultuosa, sob o comando de Paulo Fonseca, mas que, apesar de todos os problemas, segue num mais do que positivo terceiro lugar do campeonato de Itália.

O conjunto que tem na estrutura o ex-dirigente do Benfica Tiago Pinto venceu três dos últimos quatro jogos – exceção a um 0-2 na casa da Juventus -, depois de dois pesados 0-3 no Olímpico, com a rival Lazio e o Spezia, para a Taça de Itália.

O ambiente ainda não parece, porém, ‘despoluído’, o que não invalida que a formação transalpina seja formada por uma série de jogadores de grande categoria, que podem fazer toda a diferença na hora de pender a balança para um dos lados.

Apesar de ‘outsiders’, Benfica e Sporting de Braga têm, porém, história na Liga Europa e ambição de surpreender, ou os ‘encarnados’ já não tivessem afastado Paris Saint-Germain, Tottenham ou Juventus e os ‘arsenalistas’ o Liverpool.

O encontro entre o Sporting de Braga e Roma está marcado para as 17:55 de quinta-feira, no Estádio Municipal de Braga, enquanto o Benfica ‘recebe’ o Arsenal no Estádio Olímpico de Roma a partir das 21:00 locais (20:00 em Lisboa).

Os jogos da segunda mão estão marcados para 23 de fevereiro, sendo a vez de os bracarenses jogarem em Roma, mas como visitantes, e de os ‘encarnados’ atuarem em Atenas, na Grécia, o reduto emprestado do Arsenal.

*LUSA

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: