9.1 C
Castelo Branco
Domingo, Abril 18, 2021
No menu items!
Início Nacional LIVRE: É urgente proteger a vida selvagem no mundo, na Europa e...

LIVRE: É urgente proteger a vida selvagem no mundo, na Europa e em Portugal

No Dia Internacional da Vida Selvagem, o LIVRE reforça a necessidade de travar e reverter o declínio da biodiversidade. É essencial proteger a Reserva Natural do Estuário do Tejo, combater o tráfico de animais selvagens e reforçar os meios das entidades responsáveis pela proteção da vida selvagem.

Ao assinalar-se o Dia Internacional da Vida Selvagem, o LIVRE vem reforçar a necessidade de agir urgentemente para travar e reverter o declínio da biodiversidade à escala global, na União Europeia e em Portugal, reconhecendo a importância fundamental que a vida selvagem tem para o equilíbrio ecológico do planeta e exigindo das autoridades nacionais um empenhamento efetivo na sua proteção.

Na União Europeia (UE), há passos fundamentais a tomar.

No semestre em que Portugal assume a Presidência do Conselho da UE, o LIVRE desafia o governo português a agilizar ambiciosamente a implementação da Estratégia da UE em matéria de Biodiversidade, rumo a 2030, e de todas as medidas do Pacto Ecológico Europeu relevantes para a vida selvagem.

O LIVRE não pode também deixar de condenar a insistência na construção de um novo aeroporto na área de influência da Reserva Natural do Estuário do Tejo.

Nenhuma das três opções agora anunciadas para a Avaliação Ambiental Estratégica poupará o estuário, os habitats e as vidas de muitas aves que ali habitam ou repousam no seu movimento migratório, nem a opção da não construção tem sido sequer contemplada.

O LIVRE desafia ainda o governo português a priorizar o desenvolvimento de um novo plano de combate ao tráfico de animais selvagens na União Europeia, uma vez que o anterior terminou o ano passado.

Esta ação seria um contributo significativo para a manutenção da vida selvagem e para o reconhecimento do enorme valor que a mesma detém.

Finalmente, o LIVRE considera ainda prioritário que as entidades nacionais responsáveis pela proteção da vida selvagem em Portugal, como o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF) e o Serviço de Proteção da Natureza e Ambiente (SEPNA) da GNR, disponham de meios humanos e materiais que lhes permitam desenvolver eficazmente o seu trabalho, nomeadamente a vigilância e fiscalização do cumprimento da lei.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: