19.3 C
Castelo Branco
Terça-feira, Julho 27, 2021
No menu items!
InícioRegionalCastelo Branco coordena Plano Municipal para a integração dos migrantes

Castelo Branco coordena Plano Municipal para a integração dos migrantes

O Plano Municipal para a Integração de Migrantes | PMIM, coordenado pela Câmara Municipal de Castelo Branco e executado pela Amato Lusitano – Associação de Desenvolvimento, iniciou o seu plano de ação em fevereiro de 2019, contemplando um conjunto de 39 ações com a finalidade de promover a integração efetiva dos/as Nacionais de Países Terceiros | NPT no território.  

O Centro Local de Apoio à integração dos/as migrantes | CLAIM, destaca-se entre as diversas ações realizadas, com mais de 2 000 atendimentos e foco na resolução das dificuldades dos/as NPT, nomeadamente no âmbito do Apoio Social e Legalização em território nacional.  

Outra ação a evidenciar foi a realização da Semana da Multiculturalidade, que decorreu de 23 a 27 de setembro de 2019, estimando-se aqui a envolvência indireta de mais de 5 000 pessoas. 

Promoveram-se ainda um vasto leque de incitativas, sempre na assunção de uma plena integração da comunidade migrante no concelho, como foi o caso do Projeto Pedagógico, Livres e Iguais, do músico Carlão, exposições de “Bonecas do Mundo” e “Trajes típicos de diversos Países”, mostras gastronómicas, com doces e pratos típicos da Ásia, workshops alusivos à lei da imigração e ainda uma Conferência sobre a Diversidade Religiosa. 

É de referir que o programa “Família do lado” envolveu diretamente 5 famílias com mais de 30 pessoas, assinalando-se ainda participação do projeto, na Marcha do Coração com a comunidade albicastrense. 

A par destas atividades foi realizada uma Campanha de Rua que teve como objetivo desmistificar estereótipos e ideias pré-concebidas que dificultam a integração dos/as NPT, vídeo essa, disponível no canal youtube da associação.

Castelo Branco

Este projeto contou com um próximo envolvimento de parceiros, nomeadamente, os Agrupamentos de Escolas da Cidade de Castelo Branco e Escolas Profissionais; o Centro Distrital da Segurança Social; o Centro de Emprego e Formação Profissional; a Cáritas Interparoquial; o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras; a Associação Comercial e Industrial de Castelo Branco e Associação Empresarial da Beira Baixa; a Unidade Local de Saúde e Instituto Politécnico de Castelo Branco. Estas entidades envolveram-se e comprometeram-se com o efetivo acolhimento dos/as migrantes nas suas diversas áreas de atuação. 

No seguimento deste trabalho, encontra-se já em execução o PMIM 2ª Geração, que iniciou em outubro de 2020, prevendo-se o seu termo no final do ano de 2022, numa lógica de continua resposta aos desafios sentidos pelos/as migrantes que escolhem Castelo Branco para viver. 

A manutenção destas respostas visam a continuidade de um trabalho de proximidade com a comunidade migrante, em prol da coesão social e territorial, reconhecendo assim, a multiculturalidade como uma oportunidade de desenvolvimento. 

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: