19.2 C
Castelo Branco
Quinta-feira, Abril 22, 2021
No menu items!
Início Regional UBI acolhe duas famílias da Síria ao abrigo do Programa de Reinstalação...

UBI acolhe duas famílias da Síria ao abrigo do Programa de Reinstalação da ONU

A academia está a participar no Programa Nacional de Reinstalação das Nações Unidas, recebendo 15 sírios. A UBI é a primeira universidade portuguesa a fazer o acolhimento de refugiados no próprio campus.

A Universidade da Beira Interior (UBI) acolhe, nos próximos 18 meses, duas famílias refugiadas sírias, no seguimento de um protocolo de cooperação assinado com o Alto Comissariado para as Migrações (ACM).

O grupo chegou à Covilhã no dia 11 de março, tendo viajado da Turquia para Portugal, ao abrigo do Programa Nacional de Reinstalação das Nações Unidas.

O projeto de acolhimento enquadra-se no âmbito da Responsabilidade Social da UBI e envolve duas famílias, constituídas por crianças, jovens e adultos, com idades compreendidas entre os cinco e os 57 anos, num total de quinze pessoas.

Trata-se de um projeto pioneiro, pois a UBI será a primeira universidade em Portugal (e na Europa) a fazer o acolhimento de famílias refugiadas no próprio campus.

Durante dezoito meses, as famílias irão viver no campus da UBI e cumprirão um programa de integração na comunidade local.

O projeto será implementado por uma Equipa Técnica constituída por membros dos diferentes serviços da Universidade – desde a Ação Social, passando pela Psicologia e Departamento de Línguas – e por uma investigadora portuguesa, especialista na área de estudos multiculturais e com experiência de trabalho com pessoas beneficiárias de proteção internacional, que será também a responsável direta pelo acolhimento e acompanhamento das famílias.

“Numa lógica de solidariedade institucional e participação alargada de toda a comunidade, a preparação do acolhimento contou, já na UBI, com a colaboração dos Serviços de Ação Social, dos Serviços Técnicos, Serviços de Informática e do Departamento de Ciências e Tecnologias Têxteis, bem como de alguns alunos e alumni voluntários, prevendo-se, para breve, o recrutamento de mais voluntários para integrar o projeto”, refere a vice-reitora da UBI com a pasta da Responsabilidade Social, Anabela Dinis.

Estão também já estabelecidos contactos e articulações com diversas entidades locais, nomeadamente a Câmara Municipal da Covilhã, escolas, entidades de saúde, a Delegação do SEF de Castelo Branco e outras entidades públicas e privadas, no sentido de criar uma rede de apoio à integração destas famílias.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: