13.9 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Abril 21, 2021
No menu items!
Início Cultura Novo livro de poesia de Gonçalo Salvado sob o signo do beijo

Novo livro de poesia de Gonçalo Salvado sob o signo do beijo

HOMENAGEIA A COMPOSITORA MEXICANA CONSUELO VELÁZQUEZ AUTORA DE“BÉSAME MUCHO”

Com o título Do Teu Beijo, O Vinho o beijo e o vinho na poesia de Gonçalo Salvado – Homenagem a Consuelo Velázquez vai  ser publicado o livro de Gonçalo Salvado numa colaboração da Editora Lumen com a Livraria Sá da Costa Editora de Lisboa, em parceria com a Quinta dos Termos.

O livro insere-se numa coleção de poesia, única no panorama editorial português, dirigida por Gonçalo Salvado, cujas obras surgem em original formato livro/garrafa, numa união que pretende materializar a relação simbólica e milenar entre o vinho e a poesia.

O editor é Ricardo Paulouro.

O livro apresenta uma selecção de poemas de Gonçalo Salvado, com o tema do beijo, em sua maioria com referência ao vinho, recolhidos de dezasseis livros de poesia publicados pelo autor, e pretende constituir-se como uma homenagema Consuelo Velásquez Torres(México, 1916 – 2005), histórica pianista e compositora mexicana, autora do célebre bolero “Bésame Mucho” (1941), considerado a mais importante canção de amor da música popular do séc. XX, a nível mundial.

Trata-se da primeira homenagem realizada em Portugal a esta compositora mexicana que marcou o panorama da música popular do último século. 

De referir que a letra de “Bésame Mucho” foi uma das primeiras a ser incluída como um verdadeiro poema em importantes antologias de poesia latino-americana.  

 O livro de Gonçalo Salvado é ilustrado com desenhos do artista albicastrense Ambrósio Ferreira e inclui um texto de abertura de Maria João Fernandes.

A sua apresentação ocorrerá no “Dia Mundial do Beijo”, a 13 de Abril de 2021 terça-feira, e consistirá na visualização de um vídeo que reproduz a leitura de dois poemas de Gonçalo Salvado, incluídos no livro, ditos pelo autor, com fundo musical composto pelo músico e pianista de Jazz, com raízes albicastrenses, Jorge Valente (n.1948) em colaboração com o músico Carlos Santos.

O video será transmitido, via internet, na rede social facebook, pelas 20 horas, na página de partilha de poesia: Quem Lê Sophia de Mello Breyner coordenada por Lília Tavares e Carlos Campos, uma das que mais público tem em Portugal, contando cerca de 97 mil seguidores.

Consuelo Velázquez

De referir que não é a primeira vez que Gonçalo Salvado se debruça sobre o tema do beijo, tema recorrente na sua poesia e que lhe é caro.

Em 2019, organizou em colaboração com Maria João Fernandes, a antologia poética Eterno Beijo (O beijo na Poesia de Amor de Língua Portuguesa de 1900 a 1920).

Esta antologia integra-se no livro de Maria João Fernandes: Em Busca Do Amor Perdido, O Bilhete Postal Ilustrado e a Poesia de 1900 a 1920, Editora Afrontamento, Porto, 2019.

De lembrar igualmente que Beija-me com os Beijos da tua Boca, foi o título escolhido por G.S. para a Exposição Bibliográfica e Iconográfica, sobre a presença do Cântico dos Cânticos na cultura de língua portuguesa, poema bíblico celebrado como o mais belo poema de amor da humanidade, e que esteve patente na Biblioteca Nacional de Portugal em 2020.

A mostra, a primeira realizada em Portugal sobre o tema, foi constituída por mais de uma centena de obras pertencentes à vasta coleção privada do poeta Gonçalo Salvado sobre o Cântico dos Cânticos, grande influência da poesia deste autor.

De referir também que, em 2021,G.S publicou nesta mesma coleção, e com o mesmo formato livro/garrafa, a antologia poética O Teu Beijo Como Um Vinho, que colige poemas de amor e eróticos, com referência ao vinho, de poetisas portuguesas, brasileiras e africanas do Século XX.

Trata-se da primeira antologia poética publicada no nosso País sobre esta temática sob o signo da escrita feminina.

A antologia é ilustrada pela artista Graça Morais e prefaciada por Maria João Fernandes.

A temática do beijo, é de grande atualidade no contexto da situação de pandemia que atravessamos.

Citando a jornalista mexicana María Teresa Juárez: “Diante desta fome incontrolável de contato físico, de beijos, de esperança e de proximidade, perguntamos- nos: Quais serão as canções que darão esperança e fogo a um momento como este? Vamos inventar novas formas de proximidade física e emotiva? Novos rituais? Voltaremos a beijar-nos sem medo do contágio?”.

O presente livro de Gonçalo Salvado parece dar uma resposta possível a esta interrogação.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: