29.4 C
Castelo Branco
Sexta-feira, Julho 30, 2021
No menu items!
InícioDesportoMillennium Estoril Open de regresso com elenco de luxo

Millennium Estoril Open de regresso com elenco de luxo

  • Elite: um top-10 e mais quatro top-20 confirmados
  • Estreia: Diego Schwartzman pela primeira vez no Estoril
  • Convite: primeiro wild card para João Sousa, nº 1 nacional
  • Campeões: Confirmada a presença de três ex-campeões
  • Segurança máxima: com bolha sanitária e sem público
  • Montra mundial: reforço da divulgação televisiva e digital

A sexta edição do Millennium Estoril Open está confirmada e vai contar com um elenco de luxo e a presença recorde de cinco tenistas do top 20 — numa mescla entre jovens e veteranos onde se destacam as estreias de Diego Schwartzman (9º ATP) e Cristian Garin (20º) em Portugal e os regressos de Gael Monfils (14º), Pablo Carreño-Busta (15º e campeão da prova em 2017) e Fabio Fognini (17º), sem esquecer Richard Gasquet (vencedor em 2015) e João Sousa (campeão em 2018).

Organizado pela 3LOVE com um prize-money de 481 mil euros, o maior evento tenístico português tem lugar entre 24 de abril e 2 de maio e vai decorrer sob condições muito especiais — sem público presente no recinto e em segurança máxima, depois de em 2020 ter sido impossível a sua realização devido à pandemia que então provocou uma interrupção de seis meses no circuito de ténis profissional.

A apresentação do Millennium Estoril Open foi feita nesta manhã de terça-feira a partir do seu habitual palco, o Clube de Ténis do Estoril  — com transmissão direta na TVI, a partir das 9h30.

Apresentação TVI

Numa emissão coordenada por Iva Domingues, o diretor do torneio João Zilhão teve a companhia de Miguel Maya (CEO do Millennium bcp) e Miguel Pinto Luz (vice-presidente da Câmara Municipal de Cascais).

“Vamos ter um torneio excelente e com um recorde de cinco tenistas no top-20. A nossa missão para este ano é dificultada pelas circunstâncias conhecidas de todos, mas para nós era essencial realizar o evento em 2021 e mostrar que estamos de volta”, refere João Zilhão. 

“O Millennium Estoril Open não pode dar-se ao luxo de não se jogar em dois anos consecutivos sob pena de colocar em causa a sua futura permanência no calendário do ATP Tour. Infelizmente, não vamos poder contar com os aficionados que normalmente esgotam as bancadas do Clube de Ténis do Estoril, mas estamos a trabalhar para que os adeptos de ténis por esse mundo fora possam acompanhar todas as incidências da prova e o perfume do concelho de Cascais por via digital, disponibilizando para isso os melhores meios e os melhores conteúdos”.

ELENCO RECORDISTA E DIVERSIFICADO

Devido ao contexto atual, as inscrições encerraram duas semanas mais tarde do que o habitual (normalmente seis semanas antes do início de cada torneio) e a lista de entradas diretas deveria ter ficado definida ontem, mas o ATP Tour adiou o fecho para amanhã; apesar das contrariedades, o lote de protagonistas já conhecido é notável.

No seu conjunto, o elenco promete uma excelente combinação de estilos e gerações. O formato competitivo mantém-se: 19 jogadores com acesso direto via ranking (ou 21, se não forem concedidos os chamados special exempts), aos quais se juntam quatro elementos oriundos do qualifying e mais três convidados (wild cards) que completarão um quadro no qual os quatro principais cabeças-de-série ficam isentos da ronda inaugural.

João Sousa

E se fosse tido em consideração o ranking de hoje, esses quatro primeiros cabeças-de-série integrariam o top-17.

A tabela é liderada pelo argentino Diego Schwartzman; nono da hierarquia e semifinalista de Roland Garros, ‘El Peque’ faz a sua estreia no torneio e ganhou recentemente o título em Buenos Aires.

Segue-se o espetacular francês Gael Monfils, 14º mundial e um dos jogadores de culto do circuito devido à personalidade extrovertida e proezas atléticas no court.

Depois vem o campeão do Millennium Estoril Open em 2017: o espanhol Pablo Carreño-Busta, 15º do ranking e semifinalista do US Open.

O poker fica completo com o carismático italiano Fabio Fognini, 17º classificado e que volta após a sua participação em 2019 ter sido condicionada por uma lesão.

A fechar o top-20 está o chileno Cristian Garin, antigo campeão júnior de Roland Garros e cujo quinto título ATP recentemente alcançado em Santiago do Chile o ajudou a cimentar-se nos 20 primeiros.

Entre os representantes da velha guarda, destacam-se dois antigos top-10: o virtuoso francês Richard Gasquet e o possante espanhol Fernando Verdasco; a nova geração surge em força com o cazaque Alexander Bublik (finalista este ano em Antalya e Singapura), o sul-africano Lloyd Harris, (atingiu recentemente a final no ATP 500 do Dubai), o espanhol Alejandro Davidovich-Fokina (antigo campeão junior de Wimbledon e revelação do Millennium Estoril Open em 2019) e o norte-americano Frances Tiafoe (finalista em 2018). 

O primeiro wild card foi anunciado hoje, sendo atribuído ao melhor tenista português de todos os tempos e campeão da edição de 2018 — João Sousa, que hoje celebra o 32º aniversário, mas este ano não apresenta classificação atual para aceder diretamente à melhor grelha.

Os restantes dois convites só deverão ser conhecidos mais perto do sorteio do quadro principal, que terá lugar às 15 horas do dia 24 de abril, o sábado que dá início à fase de qualificação.

Diego Schwartzman

FAMÍLIA DE PATROCINADORES

“Para a realização da sexta edição do Millennium Estoril Open foi vital o apoio prestado pela família de patrocinadores, que manteve a confiança no projeto. Sem eles seria impossível manter este histórico evento vivo em Portugal”, sublinha João Zilhão.

A Câmara Municipal de Cascais e o Millennium bcp, enquanto parceiros fundadores do projeto em 2015, mantêm-se como principais suportes. 

“Não posso deixar de agradecer a todas as entidades que estão connosco, reconhecendo todas as mais valias que podemos proporcionar num contexto tão especial e investindo claramente num futuro que se pretende de regresso à normalidade”.

Várias ações de promoção estão a ser pensadas para uma melhor divulgação do torneio e dos seus parceiros junto do público em sua própria casa.

Sem os 42 mil espetadores presenciais em 2020, as mais de 1000 horas de transmissão televisiva internacional e toda a ação nas diversas plataformas digitais do Millennium Estoril Open (website, redes sociais) e dos parceiros media da prova vão permitir aos aficionados viver da melhor maneira possível todas as incidências dentro e fora do court no Clube de Ténis do Estoril e até no Hotel Cascais Miragem, o hotel oficial onde todos os jogadores e acompanhantes permitidos estarão sedeados numa bolha sanitária cuidadosamente montada segundo os parâmetros do ATP Tour e da Direção-Geral de Saúde.

NOVA CONFIGURAÇÃO E SEGURANÇA MÁXIMA

Para além do palco central (designado Estádio Millennium), também haverá encontros oficiais no Court Cascais e no Court 3 e está disponível um total de quatro campos suplementares para treino; os jogadores irão evoluir numa bolha e terão circuitos de circulação separados; as zonas técnicas estarão limitadas ao staff de apoio ao evento.

As áreas de isolamento e primeiros socorros têm o apoio do Hospital da Luz e da Associação de Bombeiros do Estoril.

Antes do início do torneio haverá uma testagem obrigatória dos jogadores, acompanhantes e também de todos os elementos ligados ao evento (reduzidos ao mínimo necessário, de 500 para 150) — e só mediante um teste negativo serão atribuídas acreditações de acesso, havendo depois um rastreio obrigatório da temperatura nos diversos pontos de entrada.

Haverá também sistemas de desinfeção regular com sensores por todo o recinto e o uso da máscara será obrigatório.

IMPRENSA EM MODO REMOTO

Este ano, as condições de segurança impostas pelo ATP Tour e pela Direcção-Geral de Saúde impedem igualmente a presença da comunicação social.

No entanto, os jornalistas que o desejarem devem solicitar acreditação para o acompanhamento virtual da competição — a fim de poderem receber o máximo de informações sobre o evento e participarem nas várias conferências de imprensa ao longo da semana, que irão decorrer na plataforma Zoom.

O link para a credenciação será divulgado oportunamente.

LISTA PRELIMINAR DE INSCRITOS

Com acesso direto                                           Ranking     Idade

1. Diego Schwartzman (ARG)                             9.º               28

2. Gael Monfils (FRA)                                            14.º               34

3. Pablo Carreño-Busta (ESP)                              15.º               29

4. Fabio Fognini (ITA)                                            17.º               33

5. Cristian Garin (ARG)                                         20.º               24

6. Ugo Humbert (FRA)                                           30.º               22

7. Benoit Paire (FRA)                                             33.º               31

8. Filip Krajinovic (SER)                                        35.º               29

9. Alexander Bublik (CAZ)                                   44.º               23

10. Albert Ramos-Vinolas (ESP)                        47.º               33

11. Jérémy Chardy (FRA)                                      49.º               34

12. Richard Gasquet (FRA)                                   50.º               34

13. Lloyd Harris (RAS)                                           52.º               24

14. Alejandro Davidovich Fokina (ESP)            55.º               21

15. Cameron Norrie (GBR)                                    56.º               25

16. Frances Tiafoe (EUA)                                       58.º               23

17. Jordan Thompson (AUS)                                 60.º               26

18. Pablo Andujar (ESP)                                        61.º               35

19. Fernando Verdasco (ESP)                               72.º               37

Alternates

20. Pablo Cuevas (URU)                                         73.º               35

21. Pierre-Hugues Herbert (FRA)                             74.º               30

22. Corentin Moutet (FRA)                                      75.º               21

23. Soonwoo Kwon (COR)                                       79.º               23

24. Federico Delbonis (ARG)                                    80.º               30

25. Lucas Pouille (FRA)                                           81.º               27

26. Federico Coria (ARG)                                         84.º               29

27. Salvatore Caruso (ITA)                                       85.º               28

28. Kevin Anderson (AFS)                                         91.º               34

29. Juan Ignacio Londero (ARG)                               92.º               28

30. Pedro Martinez (ESP)                                           93.º               23

31. Roberto Carballes Baena (ESP)                          96.º               27

32. Jaume Munar (ESP)                                              99.º               23

33. João Sousa (POR)                                               103.º             31 *WILDCARD

NOTA: aos 19 tenistas com entrada direta, juntar-se-ão dois Special Exempt (ou dois alternates, caso não haja jogadores nessa situação), quatro qualifiers e três wild-cards. A lista fecha definitivamente às 18h de quarta-feira, dia 31 de março.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: