28.9 C
Castelo Branco
Terça-feira, Julho 27, 2021
No menu items!
InícioDesportoRui Bragança no Europeu de taekwondo em teste para apuramento olímpico em...

Rui Bragança no Europeu de taekwondo em teste para apuramento olímpico em Sofia

Rui Bragança inicia quinta-feira os Europeus de taekwondo mais preocupado em apurar os detalhes de combate do que em vencer a competição pela terceira vez, pois em 07 de maio discutirá, também em Sofia, o desejado lugar em Tóquio2020.

“Quero testar tudo e sair de lá (Europeus) com a maior quantidade de informação possível para em 07 de maio garantir a qualificação (olímpica)”, resumiu o atleta, que procura repetir a presença nos Jogos Olímpicos (JO) depois do Rio2016, também na categoria de -58 kg.

Em declarações à Lusa, o vimaranense diz que agora “o que importa é sentir o que está bem e perceber o que está mal”, tentando combater “o mais parecido possível” com o que o espera fazer daqui a um mês, para avaliar se precisa “mudar algo nas rotinas”.

Para voltar aos Jogos, Rui Bragança, de 29 anos, precisa ir à final do torneio de apuramento, pois cada categoria qualifica somente duas vagas: será o mesmo com Júlio Ferreira, em -80 kg, e Joana Cunha, em -57 kg.

“Ser campeão da Europa não é brincadeira nenhuma, continuo a querer, mas são prioridades diferentes. Em 2016 consegui, mas foi para testar os JO. As coisas correram muito bem, mas o objetivo era o Rio2016. Felizmente correu bem, contudo, tal como agora, a prioridade não passava pelo Europeu”, recordou, assumindo que não desdenhará “o mesmo resultado”.

O atleta do Benfica assume sentir-se “bem”, agradado com o trabalho que tem desenvolvido: garante que, qualquer que seja o resultado, não ficará “demasiado excitado se correr bem, nem desanimado se correr mal”.

“Queremos é chegar ao pré-olímpico e fazer o que mais gostamos e sabemos, e garantir a qualificação”, sintetizou.

Dos dois títulos europeus no currículo, destaca o de 2014 em Baku, um ano anos de, na capital do Azerbaijão, ganhar os I Jogos Europeus.

“O primeiro Europeu que ganhei foi em contexto diferente. O objetivo era mesmo o Europeu, vinha de lesão, estive duas semanas sem treinar e nunca um português tinha sido campeão da Europa. Tudo junto, fez a diferença”, recorda.

Assegura que a questão da covid-19 não influenciará o desempenho dos atletas nas próximas competições, focados somente “no adversário, no árbitro, na pontuação e no nosso treinador”, pelo que “o resto fica à parte”.

Os adversários que lhe tocarem sorteio, na véspera da competição, são-lhe indiferentes, pois, assegura, “quem quer chegar aos Jogos Olímpicos quer estar entre os melhores e, para isso, é preciso conseguir ganhar a toda a gente”.

“É um dia muito especial, como nos Jogos Olímpicos, em que as pessoas se transcendem. Tenho de estar preparado para tudo o que possa acontecer”, vincou.

Júlio Ferreira e Joana Cunha estão imbuídos da “mesma ambição” e, em trio, têm trabalhado para atingir o “resultado desejado”.

Joaquim Peixoto e Pedro Campaniço são os treinadores que acompanham o trio luso nos Europeus.

*LUSA

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: