29.4 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Agosto 4, 2021
No menu items!
InícioDesportoMillennium Estoril Open: Grigor Dimitrov com Wild Card

Millennium Estoril Open: Grigor Dimitrov com Wild Card

CAMPEÃO DAS ATP FINALS E EX-NÚMERO 3 MUNDIAL RECEBE SEGUNDO CONVITE

  • Astro búlgaro é dos mais populares jogadores do circuito
  • 17º ATP e recente quarto-finalista no Open da Austrália
  • Mais um tenista do top-20 do ranking ATP no quadro principal

Grigor Dimitrov é a mais recente estrela a integrar o elenco do Millennium Estoril Open, cuja sexta edição decorre entre o próximo dia 24 de abril até ao dia 2 de maio no Clube de Ténis do Estoril, numa organização da 3LOVE que integra o ATP Tour.

“Estou muito entusiasmado por ir jogar no Millennium Estoril Open. Fico muito agradecido à organização do torneio por me terem oferecido um wild card à última hora”, reconheceu Grigor Dimitrov.

João Zilhão anunciou esta manhã a atribuição do segundo wild card ao popular jogador búlgaro, um tenista muito querido entre os seus pares e os aficionados pelo espírito de fair-play e espetacular estilo de jogo. 

Depois de termos entregue o primeiro wild card ao melhor tenista português de todos os tempos, João Sousa, é com muita satisfação que comunico a estreia de Grigor Dimitrov num evento nacional e a consequente presença de mais um jogador do top-20 mundial no nosso torneio, revelou o diretor do Millennium Estoril Open. 

Perante várias solicitações de nomeada que têm chegado até nós, a decisão da entrega do segundo convite prende-se não só com a novidade, mas sobretudo com a qualidade de Grigor Dimitrov, que conta no seu palmarés com o título alcançado entre os oito melhores jogadores do mundo nas ATP Finals de 2017

Esse triunfo na O2 Arena de Londres elevou ainda mais a cotação de Grigor Dimitrov; o búlgaro foi mesmo o primeiro desde John McEnroe, em 1978, a estrear-se no torneio dos mestres com vitórias em todos os cinco encontros realizados.

A proeza permitiu-lhe atingir o terceiro lugar do ranking mundial, a melhor classificação alcançada até ao momento.

O seu currículo contempla mais sete troféus de singulares e inclui o Masters 1000 de Cincinnati (2017) e o ATP 250 de Bucareste (2014), o único em courts de terra batida.

Além de mais sete presenças em finais, o búlgaro já esteve por três ocasiões nas meias-finais de provas distintas do Grand Slam: Open da Austrália em 2014, Wimbledon em 2017 e US Open em 2019.

Grigor Dimitrov regista também vitórias sobre alguns dos melhores tenistas de todos os tempos em grandes ocasiões, entre as suas vítimas contam-se Novak Djokovic quando o sérvio, no Masters 1000 de Madrid de 2013, ocupava o primeiro lugar do ranking mundial; Andy Murray nos quartos-de-final de Wimbledon, quando o britânico defendia o título perante o seu público em 2014; e Roger Federer há dois anos, a caminho das meias-finais do US Open.

Este ano, em cinco torneios disputados, conta com três quartos-de-final, um dos quais no Open da Austrália, e uns oitavos-de-final, no Masters 1000 de Monte-Carlo, tendo sido eliminado pelo rei da terra batida, Rafael Nadal.

RECONHECIDO FILANTROPO E FAMA DE GALÃ

Filho de uma professora de ténis e de um antigo voleibolista, o longilíneo (1m91) búlgaro começou muito cedo a dar nas vistas, tendo ganho o título júnior de Wimbledon em 2008 e passado pela liderança do ranking mundial de sub-18, sendo desde logo comparado a Roger Federer pela técnica e virtuosismo.

Conhecido também pela sua simpatia, Grigor Dimitrov destaca-se igualmente pela generosidade para com aqueles que mais precisam, em especial no seu país natal, apoiando várias instituições filantrópicas e iniciativas beneficiando crianças necessitadas.


Grigor Dimitrov

Recentemente, durante o combate à pandemia, doou ventiladores ao hospital da sua cidade natal de Haskovo, da qual é cidadão honorário desde 2016.

O namoro de três anos com a ex-número um mundial Maria Sharapova e a relação com Nicole Scherzinger, atriz e cantora da banda Pussycat Dolls, confirmaram o seu estatuto de sex-symbol no circuito masculino e também lhe granjearam fama para além do ténis.

Aos 29 anos de idade, já ganhou aproximadamente 20 milhões de dólares em prémios monetários e tem residência oficial em Monte-Carlo.

DESISTÊNCIA DE BENOIT PAIRE E ACERTOS NA LISTA

Entretanto, Benoit Paire anunciou uma pausa no circuito profissional, citando fadiga mental.

A desistência do francês permite a promoção do espanhol ex-top 10 mundial Fernando Verdasco ao quadro principal, passando agora Pablo Cuevas (vice-campeão do torneio em 2019) a ser o primeiro na lista de alternates.

O terceiro e último wild card para o quadro principal de singulares será divulgado entre amanhã e sexta-feira, véspera do início da fase de qualificação.

Dotado de 481 mil euros, em prize-money, o maior evento tenístico português tem lugar entre 24 de abril e 2 de maio e vai decorrer sob condições muito especiais, sem público presente no recinto e em segurança máxima, depois de em 2020 ter sido impossível a sua realização devido à pandemia que então provocou uma interrupção de seis meses no circuito de ténis profissional.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: