14.9 C
Castelo Branco
Domingo, Agosto 1, 2021
No menu items!
InícioRegionalApresentação da candidatura: “AEBB: agregação e diferenciação do território da Beira Baixa”

Apresentação da candidatura: “AEBB: agregação e diferenciação do território da Beira Baixa”

ELEIÇÕES PARA OS ÓRGÃOS SOCIAIS

Foi apresentada dentro do prazo fixado, uma candidatura aos órgãos sociais da AEBB – Associação Empresarial da Beira Baixa, para o triénio 2021-2023, compreendendo Listas aos cargos da Assembleia Geral, Direção e Conselho Fiscal, a qual será submetida a sufrágio na Assembleia Geral Eleitoral, a realizar no dia 29 de abril de 2021.

A presente candidatura apresenta-se sob o desígnio “AEBB: Agregação e Diferenciação do Território da Beira Baixa”, proposta por várias empresas sedeadas nos 11 concelhos da zona de abrangência da AEBB, e liderada pela empresa LABFIT-HPRD: Health Products Research and Development Lda, representada pela empresária Ana Palmeira de Oliveira, candidata ao cargo de Presidente da Direção da AEBB.

Ana Palmeira de Oliveira

“A nossa candidatura tem como objetivo a implementação de um conjunto de medidas que permitirão a consolidação do posicionamento da AEBB enquanto entidade regional na valorização do território e das empresas associadas, bem como, no enquadramento nacional, como entidade de referência na identificação de oportunidades no território para a valorização dos seus atributos e das suas empresas”, refere a empresária, sublinhando que esta lista irá desenvolver todos os esforços para que “a AEBB seja reconhecida como um elemento agregador, promotor de uma identidade regional, contribuindo de forma consistente para a diferenciação do território”.

De acordo com o Manifesto Eleitoral, as medidas que integram o Programa de Ação, resultam de um alinhamento de atividades estratégicas a executar, segundo padrões sustentáveis de desenvolvimento, cooperação e valorização profissional, em prol do desenvolvimento das empresas associadas da AEBB.

Desta forma, a estratégia da AEBB delineada para o próximo mandato, está estruturada em 4 grandes eixos de intervenção:

– promover a ‘Formação, Emprego e o Empreendedorismo’ fundamentais para o incremento da competitividade empresarial e o desenvolvimento regional;

– ‘Inovação e Investigação’, reforçar a dinâmica desenvolvida nos últimos anos na região através de projetos e estratégias estruturantes e diferenciadores fundamentais para a promover a competitividade empresarial;

– ‘Sustentabilidade e Competitividade’, procurando apoiar os associados nos processos de transição digital e climática, e incrementar o processo de internacionalização das empresas e dos produtos;

– ‘Afirmação da Identidade Regional’, através de atividades orientadas para promover uma cultura de identidades regional e de responsabilidade social,

Segundo Ana Palmeira, “a próxima década apresenta-se repleta de desafios e de inúmeras oportunidades, assentes numa lógica de valorização da inovação, do conhecimento e das tecnologias, não deixando para trás o enorme potencial das dinâmicas inerentes às pessoas, às suas qualificações e requalificações, ao seu bem-estar e procura de felicidade, culminando no lato mas tão importante conceito que é o da Qualidade de Vida”.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: