29.4 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Agosto 4, 2021
No menu items!
InícioRegionalIdanha-a-Nova: Câmara vai apoiar a requalificação e ampliação da sede dos escuteiros

Idanha-a-Nova: Câmara vai apoiar a requalificação e ampliação da sede dos escuteiros

A Câmara Municipal de Idanha-a-Nova vai apoiar a requalificação e a ampliação da sede do agrupamento de escuteiros local, um investimento de 192 mil euros que visa criar melhores condições para a atividade escutista.

“Este investimento vai ao encontro da nossa estratégia para a educação e pretende reconhecer o excelente trabalho desenvolvido pelo Agrupamento 326 de Idanha-a-Nova, que se encontra a celebrar 50 anos de atividade, e pelo Corpo Nacional de Escutas (CNE), que assinala 100 anos de escutismo em Portugal”, afirma o Presidente da Câmara de Idanha-a-Nova.

Armindo Jacinto elogia o papel do escutismo “naeducação para a cidadania, em prol da formação integral das crianças e jovens idanhenses como cidadãos ativos, solidários e participativos nas suas comunidades”.

O apoio foi formalizado no dia 16 de abril, num protocolo entre a autarquia e a Fábrica da Igreja Paroquial de Idanha-a-Nova, representada pelo Padre Adelino Lourenço, proprietária do edifício-sede do Agrupamento 326, situado no Largo do Adro.

A cerimónia contou ainda com a presença do Chefe Nacional dos Escuteiros, Ivo Faria, do Chefe do Agrupamento 326 de Idanha-a-Nova, António Lisboa, e do Chefe Adjunto, Vítor Mascarenhas, que é também Presidente da União de Freguesias de Idanha-a-Nova e Alcafozes.

O grupo de Escuteiros com o presidente da Câmara Municipal

O Chefe Nacional dos Escuteiros salientou a parceria frutuosa com Idanha-a-Nova na dinamização do movimento escutista, que permitiu realizar no Campo Nacional de Atividades Escutistas, no Monte Trigo, os três últimos grandes encontros da família escutista: os Acampamentos Nacionais de 2007, de 2012 e 2017.

O próximo ACANAC também irá realizar-se em Idanha-a-Nova, em 2022.

Ivo Faria considera que “o mais importante é o desenvolvimento do escutismo local, por isso, fico feliz por ver que a assinatura deste compromisso vai permitir aos jovens de Idanha continuar a fortalecer a atividade escutista”.

A opinião do Chefe Nacional é corroborada pelos dirigentes do Agrupamento 326 de Idanha-a-Nova.

“A requalificação das instalações do Agrupamento vai proporcionar melhores condições aos elementos que participam nas atividades escutistas, incluindo no abastecimento de água e a nível sanitário, num edifício que já é a sede do Agrupamento 326 desde 1970”, refere António Lisboa.

Com 67 elementos ativos em Idanha-a-Nova, o escutismo é a maior atividade de juventude em Portugal e afirma-se como um movimento da Igreja Católica.

O Padre Adelino Lourenço diz-se satisfeito com a requalificação da sede.

“Pela quantidade de jovens que agarram o escutismo, esta é uma obra que serve Idanha. Apesar de sermos relativamente poucos nestas terras, temos gente muito capaz, com muitas e boas ideias e um grande dinamismo”, conclui o pároco.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: