23.3 C
Castelo Branco
Sexta-feira, Maio 7, 2021
No menu items!
InícioRegionalUSCB/CGTP-IN sobre a construção do IC31 (ligação de Castelo Branco a Monfortinho)...

USCB/CGTP-IN sobre a construção do IC31 (ligação de Castelo Branco a Monfortinho) e do IC6 (ligação de Tábua/Folhadosa)

“A comunicação social dá-nos conta que o governo retirou do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) a construção de importantes vias de comunicação para o Interior do País”, refere a USCB/CGTP-IN em comunicado.

Refere-se à construção do IC31 que ligará a A23 de Castelo Branco a Monfortinho e também da construção do IC6 que, nesta fase, se limitava à ligação de Tábua a Folhadosa, ficando ainda de fora (já ficava) a sua ligação à Covilhã.

Acresce que todas a ligações que melhorariam as ligações de zonas do Interior ao Litoral foram retiradas do PRR.

“Ora, estas são “velhas” aspirações das populações e que, por isso, fazem parte do conjunto de reivindicações, propostas e medidas que a USCB/CGTP-IN desde sempre apresentou aos governos”, acrescenta o mesmo comunicado.

“Estas más notícias vêm dar razão às nossas críticas sobre o PRR, já que governo não o aproveitou para dar ao Interior aquilo que o Interior necessita e ainda lhe tira o pouco que lá tinha. O mesmo se passa com os outros programas nacionais e europeus, pois, como todos sabemos, são litoralizados e muito direccionados para as Áreas Metropolitanas de Lisboa e do Porto. Veja-se o caso do apoio à mobilidade e ao financiamento dos passes sociais”, reforçam.

“Por isso, não pondo em causa as boas intenções do Sr. ministro Pedro Nuno Santos quando diz que esses empreendimentos irão avançar com financiamento nacional, queremos deixar muito claro que neste caso temos de recorrer ao velho ditado “do ver para crer”, lê-se no mesmo documento.

“É que não nos podemos esquecer: i) que essas afirmações podem ser, legitimamente, lidas como a tentativa de calar as populações e os autarcas pois, este ano, há eleições autárquicas; ii) do esquecimento e discriminação a que o Interior tem sido votado; iii) das reiteradas manobras para entravar a entrada em vigor da redução de 50% no preço das portagens a partir de 1 de Julho; iv) que ainda recentemente, após a apresentação da versão preliminar do PRR, uma organização veio pôr em causa a construção do IC31, numa atitude ao retardador que mais parecia uma “encomenda” para preparar o terreno para a decisão agora tomada; v)  que uma coisa é a vontade do Sr. ministro das Infraestruturas e outra bem diferente pode ser a vontade do ministro das finanças e do Sr. primeiro-ministro”,

Perante mais este atentado ao Interior do País, a Direcção da USCB/CGTP-IN, ao mesmo tempo que manifesta o seu mais veemente protesto e repúdio por mais esta decisão do governo, apela às populações e aos autarcas para que se unam e reclamem a concretização de uma política que responda com seriedade aos graves problemas do interior do país, onde o distrito de Castelo Branco se insere.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: