29.4 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Agosto 4, 2021
No menu items!
InícioNacionalCP com nova oferta nas Linhas da Beira Baixa e Alta a...

CP com nova oferta nas Linhas da Beira Baixa e Alta a partir de domingo

Com a renovação do troço da Linha da Beira Baixa Covilhã – Guarda, a partir de domingo passa a existir uma “oferta integrada” dos serviços Intercidades e Regional das Linhas da Beira Baixa e Alta, foi hoje anunciado.

A CP – Comboios de Portugal refere, em comunicado enviado à agência Lusa, que a partir de domingo, na sequência da conclusão das obras de renovação integral do troço entre a Covilhã e a Guarda, “vai implementar um novo modelo de oferta ferroviária, para dar resposta às necessidades de mobilidade das populações e que se traduz numa oferta integrada dos serviços Intercidades e Regional das Linhas da Beira Baixa e Beira Alta”.

Segundo a fonte, a partir de domingo “passam a circular, diariamente, entre a Covilhã e a Guarda, oito comboios Intercidades, (quatro por sentido), e mais quatro comboios Regionais, (dois por sentido), que vão efetuar paragem em todas as localidades, situadas entre as duas cidades”.

Para incentivar a mobilidade regional no novo percurso, o preço aplicado nas viagens de comboios entre as duas cidades “é sempre de tarifa Regional, quer os clientes viajem em Serviço Intercidades ou Regional”, remata.

O secretário de Estado das Infraestruturas, Jorge Delgado, disse na quarta-feira que a modernização do troço da Linha da Beira Baixa Covilhã – Guarda é um investimento de “enorme importância” para o interior.

“Com esta linha, os concelhos da Covilhã, Belmonte, Sabugal e da Guarda ficam mais perto entre si e ficam também mais perto dos grandes centros urbanos de Lisboa e do Porto”, disse.

O governante, que falava na sessão de abertura do seminário ‘online’ promovido pela Infraestruturas de Portugal (IP) sobre a reabertura à circulação ferroviária do troço Covilhã – Guarda na Linha da Beira Baixa, considerou tratar-se de um investimento de “enorme importância para o interior do país e para a coesão territorial”.

O diretor de Empreendimentos da IP, José Carlos Clemente, que referiu alguns aspetos do investimento e falou da importância da Linha da Beira Baixa na Rede Ferroviária Nacional, adiantou no seminário que entre os benefícios verifica-se uma redução do tempo de viagem em cerca de 40% face à data do encerramento do troço, em 2009.

A cerimónia do ato de consignação da empreitada e do lançamento dos trabalhos, que incluíram a construção da Concordância das Beiras, troço de ligação entre a Linha da Beira Alta e a Linha da Beira Baixa, decorreu em 05 de março de 2018, na Covilhã.

O investimento total no projeto de modernização deste troço foi de cerca de 77 milhões de euros, 52 milhões dos quais respeitantes à obra física, que permitirá reabrir um troço que estava fechado desde 2009.

A obra integrou, entre outros trabalhos, a renovação integral de 36 dos 46 quilómetros do troço (dez já estavam intervencionados), bem como a reabilitação de seis pontes centenárias, a remodelação de estações e apeadeiros, drenagem e estabilização de taludes e a iluminação e automatização e supressão de passagens de nível.

*LUSA

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: