13.2 C
Castelo Branco
Domingo, Setembro 26, 2021
No menu items!
InícioNacionalMinistra Ana Mendes Godinho contra “novas formas de escravatura no trabalho”

Ministra Ana Mendes Godinho contra “novas formas de escravatura no trabalho”

A ministra do Trabalho defendeu hoje, numa ação do PS do 1.º de Maio, o “combate coletivo e sem tréguas” aos “mundos paralelos”, como as “novas formas de escravatura no trabalho”, com “sindicato fortes e forte diálogo social”.

Depois de lembrar o trabalho feito pelo Governo socialista desde o início da pandemia de covid-19, Ana Mendes Godinho afirmou que é preciso “combater em conjunto coletivamente sem tréguas as novas formas de escravatura no trabalho”.

Este “é o tempo da aceleração das mudanças estruturais para garantir direitos inclusivos de proteção social e de valorização dos trabalhadores”, e o “grande desafio coletivo” é “criar condições para que o trabalho do futuro seja de facto um trabalho digno para todos”, disse, na abertura de uma sessão “online” sobre o papel dos sindicatos e as transformações do mundo laboral organizada pelo PS, no dia do Trabalhador, em que substituiu o secretário-geral e primeiro-ministro, António Costa.

Para conseguir “dignidade e qualidade do emprego”, acrescentou, são também necessários “sindicatos fortes e forte diálogo social”, dado que este diálogo “é um pilar essencial desta agenda digna do trabalho digno e tem de ser o pilar de todas estas transformações”, o “motor da paz social e o garante de que todos ganham nos processos de mudança”.

Foi o que levou ainda a ministra do Trabalho a justificar a proposta de “estimular a cobertura e o dinamismo da negociação coletiva”, de forma a alargar “a negociação coletiva e a cobertura da negociação coletiva a novas categorias de trabalhadores”, com “incentivos à contratação coletiva, promovendo a articulação com os parceiros sociais”.

No encontro, por videoconferência, participam Carlos Silva, secretário-geral da UGT, Fernando Gomes, dirigente da CGTP, Mafalda Troncho, da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

A iniciativa é encerrada pelo secretário de Estado Adjunto e do Trabalho, Miguel Cabrita, e por José Luís Carneiro, secretário-geral adjunto do PS.

*LUSA

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: