22.8 C
Castelo Branco
Terça-feira, Outubro 19, 2021
No menu items!
InícioCulturaFestival Diafragma: Mundo da fotografia aponta objetivas para a Covilhã

Festival Diafragma: Mundo da fotografia aponta objetivas para a Covilhã

O Diafragma – Festival Internacional de Fotografia e Artes Visuais da Covilhã, nasce para apresentar o melhor da fotografia contemporânea, promovendo o gosto pelas artes visuais.

De 14 de maio a 6 de junho, os focos do mundo da arte fotográfica estarão concentrados na Covilhã.

A Câmara Municipal da Covilhã apresentou ontem, dia 10 de maio, o programa oficial do festival Diafragma, em conferência de imprensa que contou com a participação da Vereadora com o pelouro da Cultura, Regina Gouveia, e do Diretor Artístico do festival, Nélson Marmelo e Silva.

Cerca de 80 fotógrafos e artistas, de várias nacionalidades, exposições, oficinas, mesas redondas, cinema, passeios fotográficos e lançamento de livros marcam a edição inaugural do Diafragma.

O painel de curadores do festival inclui nomes prestigiados como os de Aldo Flores, Carlos Fontes, Gláucio Nogueira, Ioana Mello, Jorge Velhote ou Rui Prata.

A vereadora Regina Gouveia contextualiza este evento como “mais uma importante iniciativa ligada ao plano de ação da candidatura da Covilhã a Cidade Criativa da UNESCO na área do design”.

O Diafragma inclui “exposições importantes em vários espaços culturais do concelho como a Tinturaria, o Museu dos Lanifícios, a Casa de Cultura José Marmelo e Silva, no Paul, e a Biblioteca Municipal, onde estarão expostos trabalhos de alunos das Escolas Secundárias Campos Melo e Quinta das Palmeiras”.

A vereadora destacou ainda: a apresentação de dois livros, um de Augusto Brázio e outro de Valter Vinagre,  a participação do artista plástico Jorge dos Reis, o ciclo de cinema documental dedicado ao realizador Jorge Pelicano, o mote do festival, “Há só uma terra”, abordando a relação do Homem com a Natureza, a paisagem e o ambiente.

O Diretor Artístico do Diafragma, Nelson Marmelo e Silva, mostra-se, entusiasmado com “um festival que, na sua 1ª edição, apresenta já uma diversidade e riqueza ao nível das participações bastante assinalável”.

Apontou ainda “algumas das bandeiras do Diafragma, como a defesa do ambiente, a igualdade de género e o envolvimento das escolas da Covilhã”.

Nelson Marmelo e Silva agradeceu a “coragem e a visão” do Município da Covilhã para realizar um festival dedicado à fotografia, uma vez que, “normalmente, não se realizam fora dos grandes centros”.

 

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: