24.4 C
Castelo Branco
Sábado, Outubro 16, 2021
No menu items!
InícioCulturaFestival divulgou vasto património natural da Serra da Malcata

Festival divulgou vasto património natural da Serra da Malcata

A primeira edição do Festival Primavera na Serra da Malcata contou com escultura, pintura, música e cultura. O evento pretendeu divulgar a Serra e o seu vasto património natural

O concelho de Penamacor recebeu, pela primeira vez, o Festival Primavera na Serra da Malcata, no último fim de semana, que decorreu entre 7 e 9 de maio.

O certame, que pretendeu divulgar a Serra, teve como um dos momentos altos, uma ação de pintura na Malcata, no dia 8, na qual 13 pintores, de vários pontos do país e do mundo, colocaram na tela a magnífica paisagem que observaram em vários locais distintos daquela reserva natural.

Entre estes pintores, esteve o argentino Fernando Canovas, artista que já teve expostas retrospetivas do seu trabalho na conhecida galeria Aninna Nosei, em Nova Iorque, no Museu de Belas Artes de Buenos Aires ou no Instituto de Valência de Arte Moderna (IVAM), entre mais de trinta outras galerias espalhadas pelo mundo.

Desta ação, resultará uma exposição online, com todas as obras e que poderá ser visitada no website do Município.

Além da divulgação da Serra, que é também uma área protegida, este festival pretendeu promover a defesa do meio ambiente e, na situação pandémica atual, ser um grito de liberdade a vários níveis.

Realce, igualmente, para a exposição “Grito de Liberdade”, da autoria de Gabriel AV e Pedro Leitão, que conta com mais de uma dezena de esculturas e que está patente no Jardim da República, na Vila de Penamacor, até ao dia 13 de junho.

A mostra tem como objetivo alertar para o impacto positivo da reciclagem no meio ambiente, sendo que as peças, de grandes dimensões, foram concebidas com materiais recolhidos no lixo.

A inauguração, que decorreu no dia 7, contou com a presença da Vereadora da Juventude, Anabela Castilho. Anabela Castilho destacou o “encanto único e a beleza inigualável” da Serra da Malcata, salientando, igualmente, a programação variada do evento, que contou com pintura, música, escultura e cultura.

Durante este momento inaugural, palavra também para os autores da exposição, num vídeo que está disponível na página de Facebook do Município.

Música e cultura também integraram programação da edição de estreia do evento

O evento decorreu online, na Página de Facebook do Município, incluindo, também, atividades em regime presencial.

Ainda no dia 7, o evento arrancou com um Tributo a Carlos do Carmo com o tema: “Os Putos”, interpretado pelo Coro Misto da Beira Interior, dirigido pelo Maestro Luís Cipriano, seguido do concerto “A Liberdade, a Primavera e a Natureza”, por Marta Ramos e João T.

O dia fechou com a primeira parte do concerto “O Fado da Primavera”, interpretado pelo Coro Misto da Beira Interior no Valdedra − Serra da Malcata.

Este concerto foi dividido em três partes, sendo que a segunda parte decorreu no dia 8 de maio, na Barragem da Ribeira da Meimoa − Serra da Malcata, e a terceira no dia 9 de maio na Zona Balnear do Meimão.

Estes concertos foram transmitidos online.

A terminar, no dia 9 de maio, teve lugar uma “Visita Guiada e Encenada ao Museu Municipal de Penamacor”.

De referir que este evento teve em conta todas as medidas de segurança propostas pela Direção Geral de Saúde, relativamente ao COVID-19, garantindo-se a saúde e segurança de todos os participantes, artistas, staff e visitantes.

O Município de Penamacor continuará empenhado em colaborar com as entidades competentes para, dentro das suas capacidades e competências, poder contribuir para a mitigação dos efeitos do surto de Coronavírus junto das populações.

Grupo de artistas pintou Serra da Malcata

Palavra a alguns dos artistas:

Luísa Migneus, Torres Vedras

“Surpreendeu-me pela positiva. Não esperava encontrar tanta sensibilidade para iniciativas culturais em Penamacor. A Serra é fantástica e apaixonante.”

Fátima Pimentel, Lisboa

“A iniciativa é maravilhosa e excedeu as minhas expetativas. Estou muito surpreendida pela positiva e dá-me vontade de voltar. A Serra é linda. Vinha preparada para encontrar algo incrível mas é melhor ainda.”

Lurdes Brito, Sacavém

“É muito interessante. Nunca tinha vindo à Serra. Tem uma beleza muito exuberante. Tem muitas flores e algumas partes quase intocáveis. Estou a gostar muito deste contacto com a Serra.”

Maria Mariano, Aldeia de João Pires

“É muito interessante. Já tinha participado num outro e gostei. Voltei a repetir a experiência. Podia ser feito mais vezes.”

Carlos Castilho, Penamacor

“Acho a iniciativa engraçada e interessante. Conhecemos pessoas novas com técnicas diferentes das nossas. A Serra é engraçadíssima e permite pintar de várias maneiras”.

Fernando Canovas, Argentina

“Creio que foi uma ideia excelente a de confrontar o artista com o património natural da região. Esta iniciativa vai no sentido do que se deve fazer atualmente. A Câmara Municipal de Penamacor dá um passo em frente, mantendo ativa a dinâmica da relação entre os habitantes e os artistas, mantendo-se viva a intenção de preservar este património. Mas esta ação é também um testemunho da visão dos artistas desta época. Será como uma página de um livro de história, a qual apresentará a visão da Serra da Malcata destes artistas que a pintaram”.

Listagem de pintores participantes: Zenovick; Maria da Fé; Carlos Castilho; Gabriel AV; Pedro Leitão; Luísa Migneus; Lurdes Brito; Fátima Pimentel; Luz Cano; António Jorge Frasco; Graciela Costa; Maria Mariano; Fernando Canovas.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: