27.8 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Junho 16, 2021
No menu items!
InícioNacionalPor maior investimento em Ciência e Tecnologia e nos seus profissionais

Por maior investimento em Ciência e Tecnologia e nos seus profissionais

No Dia do Cientista, o LIVRE reforça o seu apoio a estes profissionais, que inúmeros contributos têm trazido à sociedade, e apela a um maior investimento, estabilidade e reconhecimento das suas carreiras.

No Dia Nacional do Cientista, que se assinalou, ontem, 16 de maio, o LIVRE reforça o seu apoio a estes profissionais que se dedicam à produção, circulação e transferência de conhecimento, que não são apenas a nossa porta para o conhecimento do mundo que nos rodeia, mas cujo trabalho é uma fonte de inúmeros benefícios  para a  sociedade.

“Lamentamos porém as condições laborais precárias a que muitos dos que optam por uma carreira de investigação científica em Portugal estão sujeitos, apesar do enorme investimento pessoal na sua formação, da sua elevada qualificação académica e do nível de conhecimento especializado que detêm.”, refere o partido em comunicado.

O reconhecimento do LIVRE pela Ciência e pelos Cientistas está inscrito na sua matriz fundacional, tendo sido aprovadas em Congresso, durante todos os mandatos, moções que apoiam a decisão política baseada no melhor conhecimento científico disponível, tanto no âmbito das ciências naturais como no âmbito das ciências sociais e das humanidades.

Nos últimos anos as perspetivas de integração dos investigadores doutorados melhoraram, com a obrigatoriedade de celebração de contratos para investigadores com mais de 3 anos de doutoramento, impedindo a perpetuação da condição de bolseiro durante grande parte das “carreiras cientificas”.

No entanto, a maioria destes contratos são a termo fixo e há ainda muito a fazer, sendo necessário dar uma perspetiva clara aos novos investigadores das suas possibilidades de integração nas carreiras de docência ou de investigação.

É também fundamental garantir contratos dignos a todos os intervenientes no sistema científico e tecnológico em Portugal, incluindo os técnicos, gestores e comunicadores de Ciência.

“Lembramos o papel importante que estes últimos têm junto da sociedade, fazendo a ponte entre a ciência que se faz nos nossos laboratórios e Universidades e os cidadãos, papel esse que deve ser valorizado.”, acrescenta o partido.

“Consideramos que os fatores mais importantes para o apoio às atividades de investigação científica são a estabilidade de financiamento do sistema científico, a previsibilidade de concursos, tanto para projetos como para contratos de investigação, e o apoio às o apoio às Universidades e às instituições do Sistema Científico e Tecnológico – os Laboratórios de Estado, os Laboratórios Associados e as Unidades de Investigação e Desenvolvimento – para que possam promover o emprego científico digno e oferecer perspetivas de estabilidade a médio e longo prazo.”, referem ainda no mesmo documento.

O LIVRE defende uma sociedade baseada no conhecimento, com ligação entre a academia e o tecido económico, que permita potenciar um novo modelo de desenvolvimento.

“Para tal o investimento em Ciência e Tecnologia deve ser reforçado, de forma a garantir perspetivas de trabalho aos nossos investigadores, evitando que abandonem o país após o investimento  na sua formação e, sobretudo, criando as condições necessárias para que o potencial dos cientistas que formamos possa ser usado na melhoria das condições de vida de todos nós.”, termina o partido.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: