23.9 C
Castelo Branco
Terça-feira, Junho 22, 2021
No menu items!
InícioRegionalEscola EB 2,3 de Ródão vai ser alvo de obras de requalificação

Escola EB 2,3 de Ródão vai ser alvo de obras de requalificação

A Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão aprovou a adjudicação das obras de requalificação da Escola EB 2,3 de Vila Velha de Ródão à Construtora Jerónimo Reis & Afonso, por um valor de 768.427,30 € acrescidos de IVA, uma intervenção que pretende responder às necessidades de aumento da disponibilidade de área construída para atividades letivas e de apoio às mesmas, bem como a melhoria de condições das áreas existentes.

A proposta foi aprovada por unanimidade na reunião do executivo camarário de 14 de maio, após a realização de um concurso público que teve por critério a proposta economicamente mais vantajosa.

Para além da requalificação de alguns equipamentos e instalações e a adaptação de espaços para novas atividades, esta empreitada pretende introduzir melhoramentos nos níveis de conforto e condições de acessibilidade exigidas e reparar deficiências provocadas pelo desgaste dos materiais ou pela sua desadequação a novas exigências.

A intervenção prevê assim a ampliação de uma sala no Bloco do 1.º ciclo; a renovação e modernização do Bloco A, de forma a dotá-lo de melhores condições de habitabilidade e conforto funcional;a reorganização de espaços e a sua respetiva requalificação no Pavilhão Polivalente (Bloco C);a construção de um Edifício de Apoio destinado a zona arrumos, articulada com o Pavilhão Gimnodesportivo;a substituição dos vãos exteriores no Bloco A, Bloco B, Bloco C e Pavilhão Gimnodesportivo, de forma a melhorar as condições de habitabilidade, salubridade e conforto térmico; a demolição do Bloco O e a requalificação da sua área de implantação como jardim, dando continuidade à zona verde existente; a requalificação dos espaços exteriores e melhoria das condições de circulação entre o Bloco C e o Bloco A, promovendo o conforto com a criação de zonas de telheiros entre os mesmos.

Após a assinatura do contrato, as obras devem ter início durante o mês de julho, tendo em conta a necessidade de articular a sua realização com o período de interrupção letiva, em que provocarão menos impacte, sendo o prazo de execução previsto de 270 dias.

 

 

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: