19.3 C
Castelo Branco
Domingo, Junho 20, 2021
No menu items!
InícioRegionalIPG lança formação em Análise de Dados para responder à procura...

IPG lança formação em Análise de Dados para responder à procura de técnicos pelo mercado

O objetivo é preparar profissionais com formação de base em ciências informáticas e estatística para trabalhar em setores como o da saúde, o da indústria, do comércio e de serviços. Outro curso do IPG preparará “guias da natureza” para o ecoturismo.

O desafio da transformação digital e a elevada procura do mercado por analistas de dados levou o Instituto Politécnico da Guarda – IPG a lançar o primeiro Curso Técnico Superior Profissional – CTeSP em Análise de Dados no ensino superior público.

O objetivo é preparar profissionais com competências em ciências informáticas e estatística para trabalharem em setores como o da saúde, o da indústria ou o do comércio e serviços.

“Esta é uma aposta estratégica do Politécnico da Guarda na área da Ciência dos Dados que está em clara expansão e onde se regista uma elevada carência de profissionais no mercado de trabalho”, afirma Joaquim Brigas, presidente do IPG.

Cecília Rosa, diretora do novo CTeSP é perentória: “A Análise de Dados é uma área emergente devido à acelerada evolução tecnológica e à necessidade de gerir e de criar conhecimento a partir da enorme quantidade de informação que é processada diariamente”.

O CTeSP em Análise de Dados, com duração de dois anos, irá preparar técnicos para criarem e administrarem bases de dados, para dominarem armazéns de dados, e, sobretudo, para extraírem conhecimento a partir dos dados, transformando-os em informação inteligente.

O último semestre do curso será realizado em contexto laboral, numa das empresas ou instituições públicas parceiras do IPG neste curso.

“É um curso muito focado no mercado de trabalho, isto é: as aprendizagens teóricas serão contextualizadas tendo em vista os perfis profissionais desta formação”, afirma Cecília Rosa.

“Os analistas de dados são uma peça-chave na tomada de decisão das empresas: ajudam a detetar oportunidades no mercado e a definir as estratégias de gestão mais eficazes para o sucesso”.

Segundo a diretora do curso, a nova formação é essencial para preparar técnicos especializados para as empresas da região da Guarda, mas também para dar resposta às necessidades do novo megacentro de processamento de dados sustentável, que está previsto instalar em Portugal.

O projeto Sines 4.0 constitui um investimento de 3,5 mil milhões de euros e será um dos maiores centros de dados da Europa.

Curso “Guias de Natureza”

O IPG vai também preparar técnicos para trabalharem nos territórios com turismo de natureza.

O objetivo é que os formandos sejam capazes de realizar, de uma forma autónoma, ou integrados em equipas, projetos de interpretação e educação patrimonial, natural e cultural, contribuindo para a promoção dos territórios.

O novo CTeSP em Guias de Natureza arranca em setembro na Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto e terá a duração de dois anos.

“Fomos desafiados pela Associação Geopark Estrela para lançarmos uma formação capaz de responder às crescentes necessidades nacionais e internacionais, no âmbito da valorização e sustentabilidade dos territórios”, afirma Ana Lopes, diretora do CTeSP.

 

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: