7.1 C
Castelo Branco
Sábado, Dezembro 4, 2021
No menu items!
InícioRegionalTorre de Vigia de Siza Vieira na Serra das Talhadas pronta para...

Torre de Vigia de Siza Vieira na Serra das Talhadas pronta para receber visitantes

Com 16 metros de altura, a Torre de Vigia da Serra das Talhadas é um dos pontos mais visíveis do projeto de requalificação que está a ser finalizado nesta zona do concelho e que tem como objetivo criar diversas infraestruturas para usufruto deste espaço tanto por turistas e visitantes ao território, como por residentes.

Na Sessão Solene do Dia do Município, realizada a partir do ponto mais alto da Serra das Talhadas a 13 de junho, foi inaugurada a obra pelo presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova, João Lobo, e pelo Secretário de Estado Secretário de Estado da Conservação da Natureza, das Florestas e do Ordenamento do Território, João Paulo Catarino.

Impossibilitado de viajar por motivos de saúde, Álvaro Siza Vieira foi representado pela arquiteta que acompanhou o processo desde o início.

Rita Amaral contextualizou um pouco a complexidade da obra, instalada sobre os maciços onde se apoiava o antigo posto de vigia, que foram reconstruídos com estabilidade reforçada.

“As plataformas a diferentes quotas, transparentes, permitem observar a totalidade da paisagem. No topo, sob a cabine de vigia, painéis solares retangulares e invisíveis fazem o abastecimento de energia sem qualquer impacto visual sobre a referida paisagem”.

Para João Lobo esta obra é um marco para o interior do país já que é a primeira do arquiteto Álvaro Siza Vieira neste território, um dos argumentos utilizados para que o conceituado arquiteto, com obras em vários pontos do mundo, aceitasse o desafio de desenvolver também aquela que é o seu primeiro trabalho a nível de estruturas metálicas.

“É com capacidade de fazer diferente em cada tempo que damos saltos de evolução e esta obra apresenta-nos o horizonte e convida-nos sempre a mudar”.

Por sua vez, João Paulo Catarino considerou a Torre de Vigia uma obra de futuro. “É transformar um posto de vigia num marco arquitetónico e num novo destino turístico. Passou a existir uma escultura de um dos maiores arquitetos do mundo num dos sítios mais lindos do mundo que em alguns meses do ano é utilizada também como posto de vigia. É também por isso que o interior do país também tem futuro”, referiu.

Para além da Torre de Vigia, a Serra foi dotada de trilhos de enduro BTT (já disponíveis), de rampa para auxílio à prática de desportos como parapente, da maior via ferrata de Portugal – com 1600 metros de progressão entre o Miradouro dos Carregais e Carregal e a Torre de Vigia -, o trail da crista da Serra com passagem pelos Miradouros da Catraia, Torre de Vigia, dos Carregais e Carregal e das Portas de Almourão, os trilhos de água e o Parque de Caravanismo do Chão do Galego, obras que ainda estão em fase de conclusão.

Estas novas funcionalidades juntam-se a outras já instaladas, como os percursos pedestres (uma das etapas da Grande Rota da Cortiçada atravessa a Serra das Talhadas), o PR6 ou as mais de 40 vias da Escola de Escalada de Proença-a-Nova.

O valor de investimento total na requalificação da Serra das Talhadas foi de 625 mil euros, 250 mil dos quais financiados pelo Turismo de Portugal no âmbito de uma candidatura apresentada e aprovada ao Programa Valorizar que promove a qualificação do destino turístico.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: