7.1 C
Castelo Branco
Sábado, Dezembro 4, 2021
No menu items!
InícioNacionalLançamento do livro “O Meu País do Sul” de António Bondoso na...

Lançamento do livro “O Meu País do Sul” de António Bondoso na UCCLA

Um conjunto de textos, escritos ao sabor do tempo e dos ventos, com uma pitada de reflexões várias sobre a realidade do país que viu crescer o autor, São Tomé e Príncipe.

A História, a Cultura, as emoções, as viagens, o passado e o presente que serão desvendados na obra “O Meu País do Sul” da autoria de António Bondoso, que será apresentada no dia 9 de julho, às 18h30, no auditório da UCCLA.

A obra, com a chancela das Edições Esgotadas, será apresentada pelo escritor Abílio Bragança Neto.

Na ocasião, haverá leitura de poemas pela voz de Regina Correia e, por se tratar de São Tomé e Príncipe, não poderá faltar a música de Tonecas Prazeres.

Sinopse:
Sem tabus e sem complexos, resolvida a minha forte ligação a São Tomé e Príncipe – as ilhas onde cresci e me fiz homem – “O Meu País do Sul” completa uma tetralogia, depois de «Escravos do Paraíso» (2005), «Seios Ilhéus» (2010) e «Em Agosto A Luz do Teu Rosto» (2014) que, em prosa e em poesia, transportam e oferecem emoções e imagens de um país estrategicamente abençoado no meio do Golfo da Guiné e praticamente no meio do mundo.

“O MEU PAÍS DO SUL” é um conjunto de textos, escritos ao sabor do tempo e dos ventos e que agora entendi partilhar [acrescidos de algumas ideias de outros «pensadores»], despidos de qualquer «complexo de colono» mas plenos de um autêntico sentimento de pertença, no sentido de refletir e de provocar reflexão sobre as realidades do país.

De registar o destaque dado a algumas grandes figuras das letras e das artes de São Tomé e Príncipe, nomeadamente Francisco José Tenreiro – no centenário do seu nascimento e nos 60 anos da publicação de “A Ilha de S. Tomé”.

Valorizado igualmente o rio Água Grande, que divide a cidade capital e nos oferece a perspetiva das vivências das elites e dos «colonos de segunda» em cada uma das margens.

No meio da História e das questões políticas que cercam o colonialismo, a descolonização e a conjuntura da independência, ressaltam a Cultura – do ensino/educação às Línguas, como sustentáculo da economia – e a Saúde.

E depois, uma viagem contada ao pormenor à volta da ilha Grande e nesse mar que nos conduz, à margem do petróleo, às mais belas praias do mundo na ilha o Príncipe.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: