18.1 C
Castelo Branco
Terça-feira, Setembro 21, 2021
No menu items!
InícioNacionalAutárquicas: PSD tem de crescer após resultados desfavoráveis de 2013 e 2017...

Autárquicas: PSD tem de crescer após resultados desfavoráveis de 2013 e 2017 afirma Rui Rio

O líder do PSD, Rui Rio, afirmou hoje que a implantação territorial do partido tem de crescer nas eleições autárquicas, depois dos “resultados desfavoráveis” nos sufrágios de 2013 e 2017.

“Estas autárquicas são também importantes para o PSD em concreto, justamente pelos resultados desfavoráveis que tivemos em 2013 e em 2017. E, portanto, a implantação territorial do PSD tem de crescer”, disse Rui Rio.

O presidente do PSD discursava no 1.º Encontro de Mulheres Autarcas Social-Democratas, que decorre hoje na Batalha, distrito de Leiria, e onde esteve a antiga líder social-democrata Manuela Ferreira Leite.

Antes, Rui Rio referiu que há “64 mil pessoas que são candidatos ou candidatas pelo PSD ou pelo PSD com coligação” nas eleições autárquicas de setembro, sendo que “cerca de 30 mil são mulheres”.

Para o social-democrata, estes 64 mil nomes “mostram a importância das eleições autárquicas”, destacando a necessidade de “reforçar o papel destas pessoas, daqueles que forem eleitos, no terreno no dia-a-dia”.

“A grandeza de um partido, e em particular do PSD, decorre das milhares de pessoas que aqui vamos eleger, muito mais do que as dezenas de deputados que possamos ter”, considerou Rui Rio, reiterando que “o futuro, o do PSD, enquanto grande partido, depende, acima de tudo, daquilo que são os eleitos locais, muito mais o que aquilo que são os eleitos nacionais”

O dirigente do PSD declarou que o partido tem “eleitos mais de 13 mil pessoas neste momento em funções”, assinalando que a “importância de umas eleições autárquicas também não correm ao lado daquilo que é a política nacional”.

“Também é importante este resultado de dia 26 para aferirmos da aceitação do Governo, da maior ou menor aceitação do Governo”, observou.

Sobre o Poder Local democrático, realçou que tem “um papel absolutamente determinante” na qualidade de vida no dia-a-dia.

“Há uma ideia de que o mais importante é o Poder Central, é o Governo”. Não será exatamente assim se nós pensarmos naquilo que é o nosso quotidiano, naquilo que é o nosso dia-a-dia. Naquilo que é o nosso dia-a-dia, as decisões do Poder Local têm quase tanto ou a mesma importância e às vezes mais do que aquilo que são as decisões do Poder Central”, afirmou.

“Por isso, as eleições autárquicas são importantes, porque as decisões que o Poder Local toma são decisões decisivas para aquilo que possa ser a nossa qualidade de vida e as nossas oportunidades no concelho em que vivemos”, disse.

Rui Rio sustentou ainda que, apesar de “muitas decisões erradas”, no balanço o Poder Local democrático transformou aldeias, vilas e cidades que “são hoje muitíssimo melhores do que eram há umas décadas”, notando tratar-se, “efetivamente, de uma grande conquista do 25 de Abril”.

*LUSA

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: