14.9 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Outubro 20, 2021
No menu items!
InícioNacionalObra “Tapetes de Pedra” será lançada na UCCLA

Obra “Tapetes de Pedra” será lançada na UCCLA

Os verdadeiros tapetes que cobrem e adornam as ruas e praças em Lisboa, no país e no mundo, são o substrato da obra “Tapetes de Pedra” que realça a importância da calçada portuguesa na paisagem urbana de lisboa e além-fronteiras.

A obra será lançada no dia 13 de outubro, às 18 horas, na UCCLA.

Da autoria de Altino Barbosa Caldeira, Cristóvão Fernandes Duarte, Francisco M. Caldeira Cabral, José de Monterroso Teixeira, José Manuel Fernandes e Pedro Proença, a obra tem a chancela da Editora Nau das Letras e conta com fotografias de Bruno Veiga.

O lançamento do livro contará com a presença da vereadora Catarina Vaz Pinto, responsável pela área da Cultura e das Relações Internacionais da Câmara Municipal de Lisboa; António Proa, Secretário-geral da Associação da Calçada Portuguesa; Vitor Ramalho, Secretário-geral da UCCLA; e Renata Lima, da Editora Nau das Letras. A obra será apresentada por José de Monterroso Teixeira.

Sinopse:

A Calçada Portuguesa é muito mais do que o chão que pisamos. Verdadeiro tapete que cobre e adorna ruas e praças em Lisboa, no país e no mundo, resulta do trabalho criativo e minucioso de artífices que concebem e executam conjuntos que caracterizam e valorizam a paisagem urbana e que se transformaram em factor ímpar de identidade cultural.

A Calçada Portuguesa tem início na extracção e no talhe das pedras, essencialmente calcário, ainda nas pedreiras, transportadas para as cidades, onde os calceteiros as talham e aplicam, uma por uma, jogando com o contraste cromático do material, com uma técnica apurada e com um trabalho árduo e minucioso, utilizando moldes previamente produzidos, muitos seguindo desenhos elaborados por artistas.

O resultado é um trabalho único que confere ao espaço público uma inequívoca sensibilidade e refinamento visuais, tornando o pavimento um veículo de promoção artística e de fruição púbica.

Este pavimento, inspirado em técnicas de pavimentação que remontam à Antiguidade, foi aplicado pela primeira vez, em grande escala e com carácter ornamental público, no Rossio, em Lisboa.

A partir daí foi pontuando toda a cidade, rapidamente se generalizou no país, nas antigas colónias portuguesas e um pouco por todo o mundo em que a presença portuguesa teve influência.

A Calçada Portuguesa constitui hoje um elemento de criação artística, valorização e de identidade do espaço público reconhecida em todo o mundo.

É, pois, inquestionável a importância da calçada artística portuguesa na paisagem urbana de Lisboa e na de outros territórios nacionais e estrangeiros – representativa da peugada portuguesa no mundo, constituindo veículo de promoção cultural e suporte para a criação artística contemporânea, baseado num “saber fazer” único e que importa reconhecer e salvaguardar.

A Calçada Portuguesa reúne características artísticas, históricas, económicas e ambientais que importa proteger, valorizar e promover, constituindo objecto de valor cultural que merece ser elevado à categoria de Património da Humanidade.

Esta, é também, a missão da Associação da Calçada Portuguesa.

A presente obra desenvolve e documenta de forma muito completa a riqueza de um património único e constitui um precioso elemento para o conhecimento e divulgação da “marca” da Calçada Portuguesa.

Associação da Calçada Portuguesa – https://www.calcadaportuguesa.org/

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: