10 C
Castelo Branco
Segunda-feira, Novembro 29, 2021
No menu items!
InícioRegionalIdanha recebeu o workshop “Repensar a Agricultura”

Idanha recebeu o workshop “Repensar a Agricultura”

A iniciativa “Grow Workshops – Repensar a Agricultura” realizou-se neste sábado, 6 de novembro, em Idanha-a-Nova, com o objetivo de dar o conhecer as melhores práticas e tecnologias agrícolas a nível internacional e de apresentar casos práticos em desenvolvimento no território português.

O evento decorreu no auditório da Escola Superior de Gestão de Idanha-a-Nova e de forma remota em diversos outros pontos do país.

Consistiu na primeira de duas ações de capacitação organizadas pela CoLAB Food4Sustainability, com sede em Idanha-a-Nova, e pelo BGI – Construindo Inovadores Globais, com o patrocínio da EIT Food, a maior rede europeia de inovação alimentar.

O vice-presidente do CoLAB, Gonçalo Amorim, explica que “prepara um conjunto de oficinas muito simples para desmistificar uma série de temas de interesse para os agricultores”.

Ou seja, adiantado este responsável, “quisemos pegar no ‘Estado da Arte’ em termos de produção agroalimentar e comunicar esses conhecimentos avançados de uma forma fácil muito de aprender, também estudos de caso que ajudam a inspirar e a aplicar soluções”.

Gonçalo Amorim acrescenta que “como soluções preconizadas são soluções de sustentabilidade para a cadeia de valor. A agricultura é um setor fundamental para a sobrevivência humana, os agricultores alimentam literalmente o mundo. O desafio é tornar a atividade agrícola mais rentável ao nível econômico, mais distributiva do ponto de vista social e mais sustentável em termos ambientais, por exemplo, no sentido da redução das emissões de gases com efeito estufa”.

O presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova encerrou os trabalhos desta primeira oficina. Armindo Jacinto felicitou os participantes e lembrou que “o CoLAB é um projeto que foi construindo em conjunto com o BGI e que hoje dispõe de equipamentos, competências e recursos humanos de excelência para a inovação no setor primário”.

“É um grande investimento que está fazendo em Idanha, não só enquanto Bio-Região, mas também conjugando o trabalho na economia verde com o património natural e histórico-cultural deste concelho. A nossa estratégia está refletida numa frase que usamos habitualmente: em Idanha semeamos tradição e colhemos inovação”, concluiu o presidente da Câmara Municipal.

Durante a oficina “Repensar a Agricultura”

A iniciativa contorno ainda com a presença do deputado na Assembleia da República, Nuno Fazenda, eleito pelo Distrito de Castelo Branco e pela pertencente Comissão de Meio Ambiente, Energia e Ordenamento do Território.

A segunda ação de capacitação “Repensar a Agricultura” está marcada para o dia 27 de novembro, igualmente na Escola Superior de Gestão.

A iniciativa vai continuar a abordar a otimização dos negócios no setor primário, ao mesmo tempo que se protegido do meio ambiente e a saúde de todos.

Além da EIT Food, as parcerias internacionais envolvem também entidades como o cluster de inovação agroalimentar Vitagora, com sede em França, o Instituto Austríaco de Tecnologia e a Universidade de Lund, na Suécia.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: