7.6 C
Castelo Branco
Terça-feira, Janeiro 18, 2022
No menu items!
InícioRegionalESAC acolhe ação de formação no âmbito do projeto FireShepherds

ESAC acolhe ação de formação no âmbito do projeto FireShepherds

No âmbito da sua participação no projeto Erasmus+ FireShepherds, a Escola Superior Agrária do Politécnico de Coimbra (ESAC – IPC) acolhe, de 29 de novembro a 2 de dezembro, a quinta e última ação de formação para os representantes das entidades envolvidas.

O programa inicia-se com uma sessão de abertura, a ter lugar às 10h00, no Anfiteatro Pedroso de Lima (sala B2.03).

De resto, a ação de formação consistirá num périplo de visitas a explorações de ovinicultura e caprinicultura extensivas em diversas localizações, num arco que se estende de Coimbra a Cáceres, passando pelas Serras do Açor, Lousã e Estrela, as quais permitirão aos parceiros do projeto a troca de experiências sobre o pastoreio aplicado à gestão do fogo e da paisagem, bem como o desenvolvimento de mais trabalho em torno da criação de conteúdos específicos de formação profissional para escolas de pastores.

Recorde-se que o projeto FireShepherds, que culmina precisamente com esta ação de formação, tem por objetivo estudar a aplicação da silvo pastorícia na prevenção de incêndios florestais.

Nele participam 16 parceiros, repartidos por cinco países, designadamente Espanha, Portugal, França e Alemanha. A coordenação geral compete à Fundação Pau Costa (sediada na Catalunha) e enquanto entidades portuguesas contam-se a ESAC-IPC, a Associação Nacional de Criadores de Ovinos da Serra da Estrela (ANCOSE) e o Município do Fundão.

Esta rede de conhecimento surgiu, explica o responsável pelo projeto no IPC, Pedro Bingre do Amaral, como resposta “à alarmante diminuição da prática da silvopastorícia verificada nas últimas décadas, agravada pela falta de divulgação das melhores práticas da criação extensiva de ovinos e caprinos no maneio do coberto vegetal inflamável dos espaços rústicos”. Motivaram ainda a implementação deste projeto a busca de soluções para problemas que os pastores enfrentam diariamente a níveis logísticos e administrativos, tais como a baixa rentabilidade, o acesso à terra, e a difícil comercialização dos produtos.

Mais informação e resultados do projeto, entre eles várias centenas de páginas de manuais práticos dirigidos a pastores, silvicultores, produtores florestais e gestores zootécnicos, que já foram traduzidos para Português, Espanhol, Catalão, Francês, Inglês e Alemão, irão ser gratuitamente colocados ao dispor do público na página www.fireshepherds.net.

 

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: