21.7 C
Castelo Branco
Segunda-feira, Setembro 26, 2022
No menu items!
InícioNacionalNeurociências em debate em Coimbra

Neurociências em debate em Coimbra

O XVII Congresso da Sociedade Portuguesa de Neurociências terá lugar no Convento de São Francisco, em Coimbra, de 1 a 3 de dezembro.

Reflexo do dinamismo da comunidade portuguesa de neurocientistas, o evento – coorganizado pela Universidade de Coimbra – reúne investigadores de várias universidades e centros de investigação nacionais e internacionais.

O principal objetivo do congresso é a partilha e discussão de descobertas recentes no âmbito das neurociências, uma área do conhecimento com um papel fundamental na sociedade contemporânea pelo seu enorme impacto na saúde e na sociedade.

Sabe-se que mais de 170 milhões de Europeus vivem com uma doença do cérebro e que estas doenças contribuem para cerca de 45% dos custos com a saúde.

A investigação na área das neurociências é crucial para perceber o funcionamento do cérebro e os mecanismos das doenças que o afetam, de forma a encontrar terapias apropriadas.

O evento conta com a participação de oradores convidados que discutirão os circuitos no cérebro que ligam stress, ansiedade e motivação, a polineuropatia amiloidótica familiar (conhecida por doença dos pezinhos) e processos de degeneração associados a doenças do cérebro. Vão decorrer simpósios organizados por investigadores portugueses que versam temas desde o desenvolvimento do cérebro às bases neuronais do comportamento, e abordam os mecanismos responsáveis por doenças neurodegenerativas e neuropsiquiátricas.

Além disto, serão abordados os desenvolvimentos realizados na área de terapia génica para doenças do cérebro. Num simpósio sobre neuroética, serão discutidas questões éticas emergentes que decorrem da investigação que é realizada nesta área do conhecimento.

Carlos Duarte, presidente da comissão organizadora do congresso, investigador do Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra (CNC-UC) e docente do Departamento de Ciências da Vida da Universidade de Coimbra (DCV-UC), afirma que “a comunidade científica na área de Neurociências é muito ativa em Portugal, e produz contribuições científicas de elevada relevância e impacto, quer ao nível da compreensão do funcionamento do cérebro, quer na descoberta de mecanismos e terapias para doenças como a doença de Alzheimer, a doença de Parkinson ou as doenças neuropsiquiátricas”.

“Este congresso, que conta com cerca de 350 participantes, será uma oportunidade única de encontro e discussão entre os investigadores da área, e uma ocasião especial para gerar novas ideias e colaborações, que vão certamente alimentar descobertas futuras”, sublinha Carlos Duarte, realçando a elevada qualidade científica das comunicações, com a participação de investigadores de referência, a diversidade e abrangência dos temas na área de Neurociências que serão abordados, e a sua relevância e impacto na sociedade.

O XVII Congresso da Sociedade Portuguesa de Neurociências é organizado pelo CNC-UC em conjunto com o iCBR (Instituto de Investigação Clínica e Biomédica de Coimbra), com a Universidade de Coimbra e com a Sociedade Portuguesa de Neurociências.

Mais informações sobre o congresso estão disponíveis em https://www.spn2021.cnc.uc.pt.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: