14.4 C
Castelo Branco
Segunda-feira, Setembro 26, 2022
No menu items!
InícioRegionalPolitécnico da Guarda anuncia candidaturas a nova Escola de Saúde e a...

Politécnico da Guarda anuncia candidaturas a nova Escola de Saúde e a residência estudantil

O Politécnico da Guarda comemorou hoje 41 anos com a apresentação da nova imagem de marca e de um novo site. “A nova marca vai reforçar o papel do Politécnico da Guarda como motor do desenvolvimento social e económico do Interior”, afirma Joaquim Brigas, presidente do IPG.

O presidente do Instituto Politécnico da Guarda – IPG, Joaquim Brigas, anunciou hoje que a instituição é a candidatar-se “a verbas europeias para a construção de novos equipamentos, nomeadamente uma Escola de Saúde e uma residência de estudantes no campus do IPG”.

Durante a cerimónia comemorativa do 41º aniversário e a abertura solene do ano 2021-2022, Joaquim Brigas apresentou a nova imagem e narrativa do Politécnico, como que recriam a identidade visual do IPG, e lançam o novo site institucional.

Num discurso em que anunciou novas ofertas formativas e fez o balanço do aumento do número de alunos que se verificou nos últimos anos, o presidente da Politécnico sublinhou a estratégia do IPG no apoio à inovação e competitividade da região e na contribuição para a qualificação das suas instituições sociais, autárquicas, culturais e desportivas.

“O Politécnico da Guarda quer consolidar-se como uma referência do desenvolvimento do Interior”, afirma Joaquim Brigas.

“O IPG está mobilizado para contrapor, de forma fundamentada, todos aqueles que defendem que o Estado central deve investir ainda menos no Interior e concentrar todos os investimentos na faixa litoral!”

A cerimónia contorno com a presença do secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Sobrinho Teixeira, o qual valorizou “a capacidade das instituições de ensino superior do Interior, como o Politécnico de Guarda, de diversificar a oferta formativa e responder aos trabalhadores da economia, contribuindo assim para coesão territorial”.

Afirmou ainda que as instituições de ensino superior são “os principais agentes da democracia e das migrações sociais por permitir que cada vez mais frequentemente jovens formações superiores. São também as bases para o conforto urbano: para além de emprego, as pessoas devem ter também oportunidades de consumir cultura, conhecimento, diversão e lazer no Interior”.

O presidente IPG percorreu os três anos de mandato e apresentou sua estratégia para o futuro. “O nosso objetivo com a nova estratégia do Politécnico da Guarda é atrair mais estudantes, nacionais e internacionais, e mais empresas e organizações parceiras”, afirma Joaquim Brigas.

“O IPG vai continuar empenhado em apoiar e servir a transformação do tecido económico a partir do Interior. Em apoiar a modernização das autarquias e da administração do Estado. Em quadros de qualidade para os serviços sociais e de saúde”.

O presidente sublinhou o trabalho desenvolvido para abrir o Politécnico da Guarda à proteção do território, à construção sustentável, à indústria 4.0, aos agentes sociais, às IPSS, às instituições de saúde, às entidades desportivas, às escolas da nossa região e ao IEFP.

“O IPG não tem apenas formação de altos quadros de engenharia, de gestão, desporto, de comunicação e de turismo, mas também investigação ao mais alto nível, como o projeto de impressão 3D em que foi pioneiro, ou, mais, mais, mais, os trabalhos ligados à biotecnologia e ao empreendedorismo”, afirmou Fernando Carvalho Rodrigues, presidente do Conselho Geral do IPG.

“Hoje o IPG recebe alunos de todos os cantos do mundo, os que poderão contar com a dedicação dos nossos professores, com o emprenho da presidência das direções das escolas, e comigo!”.

Joaquim Brigas

A nova imagem e conceito do Politécnico da Guarda foram desenvolvidos por uma equipa liderada por Paula Delgado, designer e consultora estratégica de marca.

Ao fazer a apresentação durante a cerimónia, Paula Delgado afirmou que “o trabalho de estratégia da marca tem uma dupla vertente: projetar-nos para o futuro, assegurando que a história desta organização não se perde. Pretende ainda construir uma narrativa que faça as pessoas acreditar que, mesmo nos lugares menos óbvios do país e do mundo, todos podemos ser agentes de mudança”.

“O emblema original do Politécnico da Guarda, criado há 41 anos, contém uma ideia importante: a ciência ilumina. A marca que hoje apresentamos assegura que nunca se perderão outros dois conceitos fundamentais ao ensino das ciências aplicadas: a prática concretiza; a educação liberta.” acrescentou Paula Delgado.

Prémios para estudantes e homenagem a docentes e funcionários

Em 2020 o IPG não pôde realizar a habitual cerimónia de comemoração de aniversário devido à pandemia da Covid-19.

“É com grato prazer que podemos, este ano, regressar à celebração do‘Dia do IPG’, à atribuição de prémios aos estudantes que mais se notabilizaram em diferentes domínios, e, também, às justas homenagens aos funcionários, docentes e não docentes que recentemente se aposentaram”, afirmou Joaquim Brigas.

Aos alunos foram entregues os prémios “Banco Santander”, “Ensino Magazine”, “Poliempreende” e a “Bolsa de Mérito João Lopes”.

Foram ainda homenageados os funcionários, docentes, e não docentes que recentemente se aposentaram.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: