28.3 C
Castelo Branco
Quinta-feira, Outubro 6, 2022
No menu items!
InícioRegionalDocentes, não docentes, crianças dos 5 aos 11 anos e maiores de...

Docentes, não docentes, crianças dos 5 aos 11 anos e maiores de 50 e de 30 vacinados contra a COVID-19

Até 8 de janeiro está a decorrer a vacinação contra a Covid 19 para docentes e não docentes (dose de reforço) e para crianças dos 5 aos 11 anos.

No concelho da Sertã, o Centro de Vacinação localizado no edifício dos Bombeiros Voluntários da Sertã, estará a funcionar em regime de Casa Aberta,através de senha digital para docentes e não docentes, que deverá ser obtida no próprio dia da vacinação no portal covid19.

A vacinação de crianças dos 5 aos 11 anos decorre nas modalidades agendamento e casa aberta. Refira-se que o Centro de Vacinação da Sertã funcionará excepcionalmente neste sábado, 8 de janeiro, sendo que, na parte da manhã, serão vacinadas as crianças (dos 5 aos 11 anos) e, durante a tarde, decorrerá a vacinação de docentes e não docentes.

No que diz respeito a outras faixas etárias, continua a decorrer a vacinação para dose de reforço contra a COVID19 e/ou a Gripe em regime de casa aberta para pessoas com 60 ou mais anos.

Em regime de agendamento está a decorrer o reforço contra a COVID19 para pessoas com 50 ou mais anos e pessoas de 30 ou mais anos vacinados com a vacina da Janssen há 90 ou mais dias.

Refira-se que o Centro de Vacinação da Sertã funciona de segunda a sexta-feira, das 9 às 19 horas.

Na reunião da Comissão Municipal da Protecção Civil da Sertã, decorrida a 5 de janeiro, foi feito um balanço da situação vacinal: no concelho da Sertã são administradas diariamente cerca de 200 a 230 vacinas por dia, informou Ercília Ventura, Enfermeira Chefe do Centro de Saúde da Sertã.

Em termos comparativos, o ACESPIS – Agrupamento de Centros de Saúde do Pinhal Interior Sul, onde se integra o Centro de Saúde da Sertã, é o agrupamento que regista maior cobertura vacinal na zona centro, referiu Manuela Vaz, Delegada de Saúde Pública do ACESPIS.

A reunião contou com a presença de Carlos Alberto de Miranda, Presidente da Câmara Municipal da Sertã, que enalteceu o contributo dos membros daquela comissão, sublinhando a importância do trabalho desenvolvido por todos os profissionais que estão na linha da frente na luta contra a COVID19.

Naquela reunião, Manuela Vaz, Delegada de Saúde Pública do ACESPIS, referiu estarmos a assistir a uma mudança de paradigma com a diminuição dos dias de isolamento para sete (para doentes assintomáticos), assim como a alteração nos critérios para efeitos de identificação de contactos.

Recorde-se que estes critérios entram em vigor a 10 de janeiro.

Aquela responsável referiu também que, apesar de ser uma fase ascendente de casos, nos próximos dias deverá ocorrer uma descida acentuada decorrente das novas normas, acrescentando ainda que o concelho da Sertã não regista óbitos nem casos graves.

A reunião contou também com as presenças, entre outros, de Helena Lucas, do Instituto de Segurança Social, do Capitão Celso Marques, Comandante do Destacamento da GNR da Sertã, dos representantes das Corporações de Bombeiros Voluntários do Concelho, de Manuel Dias, representante das Juntas de Freguesia, e da Vereadora Cristina Nunes, responsável pelo Pelouro da Protecção Civil.

Refira-se que continua ativa a Rede de Apoio e Assistência aos Munícipes em situação de maior vulnerabilidade, sendo assegurada por uma equipa multidisciplinar do Município da Sertã.

Trata-se de uma rede de proximidade que desenvolve diversas ações junto da população: a entrega de medicamentos e bens de primeira necessidade urgentes a munícipes que se encontrem em situação de isolamento profilático e acompanhamento pelas autoridades locais de saúde e àqueles que sejam identificados pela rede.

Poderá ser contactada pelo 274 600 307 ou pelo correio eletrónico social@cm-serta.pt.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: