23.9 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Maio 25, 2022
No menu items!
InícioCulturaO Amor Segundo o Padre António Vieira

O Amor Segundo o Padre António Vieira

Alcains, Salão Alma Azul, 12 de Fevereiro, 16 horas

A Biblioteca Comunitária de Alcains promove no próximo dia 12, sábado, às 16 horas, no Salão Alma Azul, sede provisória da Biblioteca, uma Comunidade de Leitores dedicada ao Amor, partindo de um fragmento do “Sermão do Mandato”, do Padre António Vieira.

No dia em que a Biblioteca Comunitária de Alcains acolhe no seu espólio uma Biografia de António Vieira e o “Sermão de Santo António (aos peixes)”; a Comunidade de Leitores, aberta a todos os interessados, será dedicada ao “Imperador da Língua Portuguesa”, como lhe chamou Fernando Pessoa, no seu livro “Mensagem”.

O extraordinário escritor e pregador define o Amor com as seguintes palavras: “Quem ama porque conhece é amante; quem ama porque ignora é néscio. Assim como a ignorância na ofensa diminui o merecimento. Quem, ignorando, ofendeu, em rigor não é delinquente; quem, ignorando, amou, em rigor não é amante…” que servirão de mote à Comunidade de Leitores reunida em redor dos livros da Biblioteca Comunitária de Alcains.

António Vieira nasceu em Lisboa a 6 de fevereiro de 1608; e marcou todo o século XVII português; pelos seus “Sermões” mas também pelo seu trabalho diplomático ao serviço de D João IV; e na defesa das minorias étnicas no Brasil.

Padre António Vieira

Travou uma longa batalha contra a Inquisição em Portugal, pela qual esteve preso em Coimbra e foi condenado; mas indultado pelo Papa Clemente X de quem foi conselheiro em Roma.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: