10.3 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Maio 25, 2022
No menu items!
InícioRegionalAssociação de Regantes vai reabilitar perímetro de rega da Campina de Idanha-a-Nova

Associação de Regantes vai reabilitar perímetro de rega da Campina de Idanha-a-Nova

A Câmara Municipal de Idanha-a-Nova congratula-se com os 75 anos da Associação de Regatas e Beneficiários de Idanha-a-Nova (ARBI) e os 80 anos de construção da Barragem Marechal Carmona, que se assinalam em 2022.

Neste sentido, a Câmara de Idanha-a-Nova pretende apoiar a Associação de Regantes, entidade autónoma, responsável pela gestão da Barragem, no seu objetivo de proceder à revisão do Plano de Ordenamento da Barragem Marechal Carmona e reabilitação do perímetro de rega da Campina de Idanha.

“Estamos disponíveis para apoiar os projetos que a Associação de Regatas é o empreendimento, no sentido da reabilitação do perímetro de rega da Campina de Idanha, tornando-o mais moderno, tecnológico e inovador. É fundamental implementar sistemas que permitam utilizar bem a água, poupar e reduzir perdas”, afirma Armindo Jacinto, presidente da Câmara de Idanha-a-Nova.

A autarca registra que “o projeto hidroagrícola de Idanha foi o primeiro a ser construído pelo Estado Novo, no âmbito dos projetos hidroagrícolas que pensou para o país. Por isso, o sistema de distribuição da água está obsoleto e hoje, até devido às alterações climáticas e por sermos uma Bio-Região, consideramos fulcral aproveitar bem a água e reduzir as perdas no sistema, que rondam os 60%”.

Barragem Marechal Carmona

Para tornar o sistema mais eficiente, a ARBI lançou dois concursos públicos internacionais, com vista para elaboração do projeto de modernização da perímetro de rega da Campina de Idanha-a-Nova (zona norte e zona sul).

O presidente da ARBI, Paulo Tomé, explica que “o objetivo é tornar o perímetro de rega mais eficiente no uso da água. Nomeadamente através da modernização do sistema de distribuição de água, entre outras infraestruturas, abrangendo a totalidade do perímetro e todos os agricultores”.

É uma área de 8.300 hectares que engloba a União de Freguesias de Zebreira e Segura, Idanha-a-Nova, Ladoeiro (no concelho de Idanha-a-Nova) e a freguesia de Malpica do Tejo (no concelho de Castelo Branco).

Depois de elaborado o projeto, a ARBI pretende candidatar a obra ao novo Quadro Comunitário e intervir em todo o perímetro.

“Substituindo um sistema de rega por gravidade, já caduco, em que a água não aproveita escoa no rio, por um sistema pressurizado que reduz as perdas de água e mantém a água que não é usada armazenada na Barragem, beneficiando a atividade agrícola”, afirma Paulo Tomé.

O presidente da Associação de Regatas destaca a colaboração da Câmara de Idanha-a-Nova neste processo, respeitando a autonomia da ARBI enquanto entidade gestora da Barragem e do seu perímetro de rega, mas mostrando-se sempre disponível para cooperar no que preciso”.

A par destes dois projetos de modernização do perímetro de rega, a ARBI tem um terceiro projeto aprovado na PDR2020, que diz respeito à “segurança de barragens” por forma a intervir na Barragem Marechal Carmona.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: