13.5 C
Castelo Branco
Domingo, Maio 29, 2022
No menu items!
InícioDesportoFrancisco Cabral reforça equipa portuguesa frente à Polónia na Taça Davis by...

Francisco Cabral reforça equipa portuguesa frente à Polónia na Taça Davis by Rakuten

Portuense de 25 anos chamado pela primeira vez. Maia será palco do confronto a 4 e 5 de março

Francisco Cabral foi convocado pelo capitão Rui Machado e vai juntar-se aos compatriotas João Sousa, Nuno Borges, Gastão Elias e Frederico Silva no play-off do Grupo Mundial I da Taça Davis by Rakuten entre Portugal e Polónia, no Complexo Municipal de Ténis da Maia nos dias 4 e 5 de março.

Com 25 anos, o tenista portuense foi chamado à seleção nacional pela primeira vez na carreira depois de um ano de 2021 que o viu erguer seis títulos de campeão no ATP Challenger Tour ao lado de Nuno Borges, o mesmo parceiro com o qual revalidou o título de campeão nacional da variante.

“Ser convocado era algo que ambicionava e não podia estar mais contente com esta notícia. Recebi uma chamada do Rui Machado que até nem atendi logo porque estava a fazer uma sesta, mas ao devolver a chamada ele disse-me que ia ser convocado e fiquei muito feliz”, contou Francisco Cabral, que está em Vale do Lobo a disputar um torneio internacional de 25.000 dólares no qual é o primeiro cabeça de série.

“Representar a seleção nacional significa muito para mim, era algo que ambicionava para a minha carreira e espero que possamos contar com o apoio dos portugueses para seguirmos em frente”, acrescentou o portuense, que foi vice-campeão nacional absoluto em singulares nos anos de 2015, 2016 e 2019.

Rui Machado, que se prepara para promover a estreia de um jogador pela segunda eliminatória consecutiva, explicou a decisão: “Com a convocatória do Francisco Cabral, como capitão fiquei com um leque de soluções mais alargado na altura de escolher quem joga o singular e quem joga o par. Com este formato em que se joga o par no mesmo dia dos singulares decisivos, pode existir a necessidade de gerir o esforço dos jogadores, e por isso quis ter esse leque de possibilidades mais alargadas.”

“O Francisco claramente foi uma possibilidade desde o início, pelos resultados que tem feito nos pares ao lado do Nuno Borges, e no dia da nomeação oficial para a ITF decidimos adicioná-lo à equipa. Estou confiante de que será bem recebido no grupo e será certamente uma mais valia para a equipa”, acrescentou o capitão algarvio de 37 anos, que estará pela primeira vez no comando da seleção nacional numa eliminatória “em casa”.

O frente-a-frente entre Portugal e Polónia será disputado em terra batida em recinto coberto, na Maia, e pode colocar a equipa lusa na ronda decisiva do Grupo Mundial I (em setembro), que dá acesso às Davis Cup Qualifiers (em março de 2023).

O capitão da equipa da Polónia, Mariusz Fyrstenberg, também oficializou a sua convocatória, apostando no quarteto composto por Kamil Majchrzak (77.º ATP), Kacper Zuk (172.º), Daniel Michalski (367.º) e os especialistas de pares Jan Zielinski (82.º no ranking da variante) e Szymon Walkow (95.º).

De fora, ficaram os mais cotados tenistas polacos da atualidade, Hubert Hurkacz (11.º ATP em singulares), e o número 43 mundial de pares, Lukasz Kubot.

A eliminatória do próximo mês será a 116.ª de Portugal na Taça Davis by Rakuten e marca o regresso da seleção nacional à cidade da Maia pela primeira vez desde a vitória de 2020 sobre a Dinamarca, por 4-1.

A primeira jornada, sexta-feira dia 4 de março, tem início marcado para as 12 horas e será dedicada aos dois primeiros encontros de singulares.

No sábado, 5 de março, o dia arranca com o encontro de pares e os outros dois embates individuais.

A entrada do público no Complexo Municipal de Ténis da Maia será livre.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: