11.1 C
Castelo Branco
Terça-feira, Maio 24, 2022
No menu items!
InícioNacionalNavigator é a terceira maior exportadora portuguesa e a primeira em Valor...

Navigator é a terceira maior exportadora portuguesa e a primeira em Valor Acrescentado Nacional

Dados divulgados pelo INE referentes a 2021

A Empresa Navegadora volta a ocupar o primeiro lugar na lista das empresas exportadoras com maior contribuição para o Valor Adicionado Nacional, posição que ocupa por vários anos consecutivos, pela incorporação em sua cadeia de valor de recursos endógenos naturais geradas pela floresta plantada e plantada e, também, por trabalhar com mais de 7000 fornecedores, em sua grande maioria nacional.

De acordo com os mais recentes dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) referentes a 2021, um Navegador posicionou-se no terceiro lugar na lista das maiores empresas exportadoras em Portugal, no ranking onde metade dos maiores exportadores, são também os maiores importadores da economia nacional.

Assim, a Empresa assume uma posição de liderança no contribuinte e criação de riqueza para a economia do País.

A Empresa representa, aproximadamente, 1% do PIB nacional e cerca de 2,4% das exportações nacionais de bens.

É, ainda, responsável pela criação de mais de 30 mil empregos diretos, indiretos e induzidos.

Mais de 90% dos produtos do Navegador são vendidos para a de Portugal com destino a aproximadamente 130 países.

A Companhia Navegadora assume o papel de motor da economia rural, contribuindo para o desenvolvimento das regiões onde ópera e tendo como grande objetivo a criação de valor para a sociedade como um todo.

Como tal, a Empresa leva ao cabo uma forte aposta na qualificação dos produtores florestais, promovendo uma relação de partilha de conhecimento através de ações pedagógicas em torno dos valores da gestão sustentável e da certificação, com o intuito de contribuir para uma melhor floresta.

Fábrica

No seguimento do seu objetivo de criação de valor sustentável e de contribuir para a redução de utilização dos plásticos através de sua substituição por materiais sustentáveis, a Empresa deu um passo importante em sua estratégia de diversificação em 2021, entrando na área de negócio da embalagem com uma nova linha de papel para embalagens – gKraft , com base vasto num programa de investigação, desenvolvimento e inovação, liderado por uma equipa multidisciplinar suportada pela RAIZ – Instituto de Investigação da Floresta e do Papel, e que vem provar, uma vez mais, a parêndia da floresta nacional de folhosas na produção de diferentes tipos de papel.

Poucos meses após a entrada neste segmento, a Empresa já atingiu vendas superiores a 40 milhões de euros.

A Empresa tem levado ao cabo uma estratégia alinhada com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, como demonstrado fato de ter sido a primeira empresa portuguesa – e, também, uma das primeiras a nível mundial – assumir o compromisso de antecipar em 15 anos, enfrentar os objetivos nacionais e europeus, a neutralidade carbónica dos seus complexos industriais, o que lhe permitirá ter, até 2035, todas as unidades fabris neutras em emissões de carbono.

Em linha com o compromisso assumido em sua Agenda 2030, a Empresa Navegadora aderiu à iniciativa Science Based Targets (SBTi), tendo submetido para validação as suas metas de redução de emissões de gases com efeito de estufa (GEE) com base na ciência mais atual climática e, dando, mais um passo importante em seu posicionamento frente a combate às alterações climáticas.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: