10.3 C
Castelo Branco
Quarta-feira, Maio 25, 2022
No menu items!
InícioCulturaRoteiro literário em Castanheira de Pera, Pombal e Sertã promove identidade dos...

Roteiro literário em Castanheira de Pera, Pombal e Sertã promove identidade dos territórios

  • Inserido no projeto turístico “5 sentidos”, Afonso Cruz, Álvaro Laborinho Lúcio e Maria do Rosário Pedreira são alguns dos escritores envolvidos no projeto de promoção turística através da literatura e história dos municípios.

  • Concluída a fase exploratória, os autores encontram-se a produzir a obra com lançamento para breve.

Num convite aos sentidos, o município de Pombal, em parceria com Castanheira de Pera e Sertã unem-se em prol da promoção artística e coesão territorial.

Vários autores, entre os quais Afonso Cruz, Álvaro Laborinho Lúcio e Maria do Rosário Pedreira, juntam-se para a criação de um roteiro literário em forma de mapa de narrativas livres, onde cada um oferece a sua identidade ao território.

A ideia é construir um livro cujas histórias têm como premissa as estátuas edificadas nos três municípios e o lançamento está para breve.

O escrito convida a uma viagem “guiada pela curiosidade, que confunde a ficção e o real levando os autores a transportarem-se pelos territórios, através do exercício da escrita”, revela a curadora do roteiro, Mafalda Milhões.

Os escritores deslocaram-se recentemente ao concelho que lhes foi atribuído, dos três envolvidos, para conviver com a realidade no terreno.

Durante um dia por município observaram e aprenderam sobre a história da estatuária e espaço envolvente.

Depois, voltaram ao seu espaço de criação para construir a obra, cuja publicação está para breve. 

Num primeiro momento, o livro insere-se na rota ‘Olhares e Contares do Lado de Lá’, que faz parte do projeto comum aos três municípios – o roteiro ‘5 Sentidos’.

Este, por sua vez, prevê um conjunto de eventos e experiências de estímulo à perceção sensorial cujo objetivo principal é levar as comunidades locais e turísticas a visitar e permanecer nos espaços.

Tem ainda como propósito promover o património cultural por forma aumentar a atratividade da região e a sua dinamização económica, tendo em vista a diminuição de assimetrias e reforço da coesão territorial.

“Esta rota evidencia a importância da pluralidade de expressões artísticas e valoriza uma arte que conjuga capacidades física, mental e artística, dando vida e levando os visitantes a percorrer um roteiro poético e emocional, criado pelos escritores e ilustradores que nos contam as histórias do lado do lá” assegura a curadora.

 

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: