15 C
Castelo Branco
Quinta-feira, Maio 26, 2022
No menu items!
InícioRegionalImprensa da Universidade de Coimbra vai plantar número de árvores correspondentes ao...

Imprensa da Universidade de Coimbra vai plantar número de árvores correspondentes ao papel usado nos livros que edita

Amanhã | 14h00

A Imprensa da Universidade de Coimbra (IUC) promove amanhã (quarta-feira, 30), a partir das 14h00, a plantação de 100 árvores no Jardim Botânico da Universidade de Coimbra (JBUC).

Esta iniciativa – intitulada Árvores que dão frutos e integrada nas comemorações dos 250 anos das Reformas Pombalinas da UC – é o primeiro passo no compromisso da Imprensa para a neutralidade carbónica: para atingir a meta, a editora da UC compromete-se a compensar o impacto ambiental resultante da produção de livros impressos, repondo anualmente o número de árvores correspondentes ao papel usado nas impressões das obras editadas.

A iniciativa “Árvores que dão frutos” junta Imprensa e Jardim Botânico, duas unidades criadas no âmbito das Reformas Pombalinas da Universidade de Coimbra e que celebram o aniversário 250.º em 2022.

O programa visa a plantação de 250 árvores, até final do ano, com o envolvimento da comunidade estudantil.

E a sua primeira ação, nesta quarta-feira – com a participação do Vice-Reitor da UC para a Cultura e a Ciência Aberta, Delfim Leão, do Diretor (e da equipa) da IUC, Alexandre Dias Pereira, da Diretora (e da equipa) do JBUC, Teresa Girão, e de alunos/como do Núcleo de Estudantes de Economia da Associação Académica de Coimbra –, contemplar a plantação de árvores de fruto e de árvores autóctones, no pomar e na mata do Jardim Botânico, como contribuição para o núcleo de espécies integrantes da biosfera nacional.

A esta iniciativa, siga-se-ão outras ações similares da IUC no sentido de garantir a neutralidade carbónica.

Nos últimos anos, a editora da UC já tem adotado outras medidas para a diminuição da pegada ambiental, como o ajuste das tiragens de suas publicações às efetivas solicitações do mercado, tendo sido também a primeira editora universitária portuguesa a pleno adoção em pleno adoção de políticas de acesso aberto (permitindo o acesso universal às suas publicações e promovendo a disseminação do conhecimento científico em acesso livre imediato a toda comunidade académica e à sociedade civil).

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: