7.8 C
Castelo Branco
Terça-feira, Maio 24, 2022
No menu items!
InícioDesportoHenrique Rocha assina a primeira vitória portuguesa da segunda semana de Oeiras...

Henrique Rocha assina a primeira vitória portuguesa da segunda semana de Oeiras Open

  • Jovem de 17 anos foi o único a vencer no Oeiras Open 2

  • Portuguesas afastadas por favoritas no Oeiras Ladies Open

Henrique Rocha carimbou a primeira vitória portuguesa da segunda semana de Oeiras Open, que arrancou este domingo com um ATP Challenger 80 e um ITF W80 — dois torneios organizados pela Federação Portuguesa de Ténis no Complexo de Ténis do Jamor, com o apoio da Câmara Municipal de Oeiras.

Com apenas 17 anos, o atual campeão nacional de sub 18 — número 1458 do ranking mundial ATP — venceu pela segunda vez na carreira no circuito Challenger, ao superiorizar-se perante o checo Marek Gengel (431.º), com os parciais de 6-3 e 6-1, num encontro que dominou.

A vitória deste domingo, que aconteceu no mesmo Court Central onde horas antes Gastão Elias se sagrou campeão do Oeiras Open 1, deu a Henrique Rocha mais dois pontos ATP e apurou o jovem maiato para a derradeira ronda da fase de qualificação.

O adversário que o separa do apuramento para o quadro principal é o brasileiro Oscar José Gutierrez (454.º), responsável pela eliminação de Jaime Faria (1975.º ATP), por 6-2 e 6-4.

Nos restantes encontros do qualifying com tenistas portugueses envolvidos, Luís Faria (725.º) ofereceu resistência, mas não conseguiu evitar o desaire por 7-6(3) e 6-4 perante o primeiro cabeça de série, o turco Ergi Kirkin (357.º); Miguel Gomes (2140.º) perdeu por 6-2 e 6-0 com o checo Andrew Paulson (524.º) e Fábio Coelho (896.º) cedeu por 6-3 e 6-3 para o norte-americano Noah Rubin (483.º), ex-campeão júnior de Wimbledon e quarto-finalista na semana anterior.

Henrique Rocha

Na terra batida do Jamor também arrancou o Oeiras Ladies Open, torneio internacional feminino de 80 mil dólares (inserido no calendário da Federação Internacional de Ténis) que contou com a participação de seis tenistas portuguesas na fase de qualificação.

Logo pela manhã, a campeã nacional absoluta de sub 14, Angelina Voloshchuk, perdeu por 6-0 e 6-1 para a espanhola Yvonne Cavalle-Reimers (número 291 WTA) num encontro em que esteve perto de vencer mais jogos nas vantagens, mas não conseguiu capitalizar as oportunidades.

Depois, a campeã nacional de sub 16, Maria Garcia, exibiu-se a um bom nível e não só abriu o encontro com 5-2, como chegou a dispor de um set point frente à alemã Nastasja Mariana Schunk (243.ª), que deu a volta para triunfar por 7-5 e 6-2.

Mais perto ainda de conseguir uma vitória ficou Inês Murta. A algarvia, 792.ª classificada na hierarquia mundial, começou bem, mas perdeu nos detalhes — e no match tie-break decisivo — para a germânica Katharina Gerlach (221.ª), que venceu por 5-7, 6-2 e 10-4 após 2h33 de uma equilibrada batalha.

Na segunda metade da jornada, Carolina Azadinho — ainda sem ranking — perdeu por 6-1 e 6-2 em 61 minutos para a lituana Justina Mikulskyte (280.ª), Sofia Pinto cedeu por 6-1 e 6-0 para Elisabetta Cocciaretto (239.ª) e Sara Lança (1163.ª) foi derrotada por Jessica Bouzas Maneiro (336.ª) com os parciais de 6-0 e 6-2.

A representação portuguesa na variante de singulares do Oeiras Ladies Open ficou assim a cargo de Francisca Jorge, Matilde Jorge e Ana Filipa Santos, convidadas para o quadro principal.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: