27.2 C
Castelo Branco
Segunda-feira, Maio 23, 2022
No menu items!
InícioRegionalIdanha-a-Nova lança Orçamento Participativo 2022

Idanha-a-Nova lança Orçamento Participativo 2022

Aberta a fase de apresentação de propostas

O Orçamento Participativo do Município de Idanha-a-Nova para 2022 acaba de ser lançado, com um valor global de 127.500,00 Euros para apoiar projetos em todas as freguesias do concelho.

A fase de apresentação de propostas decorre de 2 de abril a 15 de junho.

“Esta é a primeira edição do Orçamento Participativo de Idanha-a-Nova e desafia os cidadãos a proporem e elegerem projetos de interesse para o concelho. Apenas os cidadãos recenseados no concelho podem votar nas propostas, mas estas podem também ser submetidas por estudantes ou trabalhadores neste concelho, ainda que não sejam residentes”, explicou Armindo Jacinto, presidente da Câmara Municipal, na apresentação publica do projeto.

As propostas podem ser submetidas na plataforma “Idanha Participa” (participa.idanha.pt) ou, presencialmente, nas Assembleias Participativas a realizar em todas as freguesias, para que este instrumento de cidadania seja acessível a todas as pessoas, independentemente da literacia digital.

Armindo Jacinto sublinha que “uma particularidade do nosso Orçamento Participativo é o cuidado para que todas as pessoas possam participar, mesmo quem não se sente à vontade com plataformas eletrónicas, bem como contemplar todas as freguesias com a execução de pelo menos um projeto, não descurando as menos povoadas que estariam em desigualdade face às localidades com mais habitantes”.

O presidente da Câmara de Idanha-a-Nova lembra que o Orçamento Participativo “é o concretizar de um compromisso eleitoral assumido para este mandato e para o qual começámos a trabalhar ainda em 2020, estudando as melhores práticas em todo o país e adaptando o projeto à nossa realidade”.

Apresentação do Orçamento Participativo

As propostas da edição de 2022 do Orçamento Participativo serão apresentadas e votadas no decurso deste ano e as mais votadas serão inscritas no Orçamento Municipal 2023, para se tornarem realidade.

Quem não dispõe de internet poderá apresentar propostas nas Assembleias Participativas (de 2 de abril a 15 de junho de 2022) e votar de forma eletrónica no Espaço de Cidadão Móvel e nos Postos de Turismo do concelho (de 16 de agosto a 14 de setembro de 2022).

O convite está feito: “Queremos uma participação ativa da população de Idanha, nas diferentes localidades do concelho, para que apresentem ideias sobre ações, obras ou outras iniciativas que entendam serem importantes para as nossas vilas, aldeias e lugares”, afirma o presidente da Câmara de Idanha-a-Nova.

As propostas podem integrar-se numa das seguintes áreas: Ação Social e Habitação; Cultura; Educação e Juventude; Desporto; Espaço Público e Espaço Verde; Infraestruturas Viárias, Trânsito e Mobilidade; Modernização Administrativa; Proteção Ambiental e Energia; Urbanismo, Reabilitação e Requalificação Urbana; Saneamento e Higiene Urbana; Segurança e Proteção Civil; Turismo, Comércio e Promoção Económica.

O valor máximo de cada proposta apresentada não pode exceder, com IVA,7.500,00 Euros no caso das Freguesias e 15.000,00 Euros no caso das Uniões de Freguesia.

O prazo de execução previsto não pode exceder os 12 meses.

Leave a Reply

- Advertisment -

Most Popular

COMENTÁRIOS RECENTES

Paula Alexandra Farinha Pedroso on Elias Vaz lança livro sobre lendas e mitos de Monsanto
%d bloggers like this: